“Eu só queria um jogo com ele…”

Júlio Sodré
Esportes | Publicado em 26/10/2018 às 22:12

Foto: Carlos Henrique queria uma chance ao lado de Dagoberto, teve a oportunidade e os dois marcaram gols - Gustavo Oliveira/Londrina EC

Na segunda-feira do dia 15 de outubro, o atacante Carlos Henrique foi um dos escalados para a entrevista coletiva que antecedia mais um treino do Londrina Esporte Clube no CT da SM Sports. O jogador falou sobre o trabalho de aprimoramento físico - que ele próprio reivindicou para a comissão técnica - e fez publicamente um pedido:


“Eu só queria um jogo com ele…”


Ele, no caso, é o colega de posição, o atacante Dagoberto, que é o artilheiro do time na competição. Carlos Henrique justificou o pedido:


“A gente iria arrebentar. Ele sabe fazer gol. Eu também. Eu só quero um jogo. Aí, vocês tiram a conclusão.”


Quase duas semanas depois, veio a oportunidade. Na noite desta sexta-feira, o Vila Nova vencia o Londrina por 1 a 0 quando Carlos Henrique entrou em campo e teve a companhia de Dagoberto. Não deve ter sido como ele esperava, em uma jogada trabalhada, em uma bela troca de passes, mas o final foi como o desejado. O Londrina venceu de virada, por 3 a 2. Dagoberto cobrou falta, a bola bateu na trave e no rebote CH9 empatou (o segundo dele na Série B*). Dagoberto, de pênalti, fechou a conta com o 14º gol dele na competição. 


Para não ser injusto, o melhor coadjuvante do elenco marcou o segundo gol alviceleste e também foi um dos destaques do resultado positivo do Tubarão na chuvosa noite de sexta-feira. Com mais este, Felipe Marques chegou ao sexto gol na Série B e é o vice-artilheiro do LEC na competição, atrás apenas de Dagoberto.


Coletivamente, os números empolgam. Já é o oitavo jogo seguido do Londrina sem derrota. No Estádio do Café, a equipe soma sete vitórias consecutivas. O time, que em outras temporadas só costumava perder nos acréscimos, agora tem alcançado resultados positivos nos últimos minutos. O técnico Roberto Fonseca tem mostrado conhecer muito bem o que tem nas mãos. A cada alteração promovida, uma nova supresa positiva.


Está quase tudo dando certo. Até o torcedor voltou a ir em bom número ao Estádio do Café. Desta vez, foram quase seis mil. Se o sonho do acesso vai virar realidade, só o tempo e o desempenho do time irão dizer. Fato é, porém, que a arrancada do Londrina é algo impressionante e raro de se ver. Próximo desafio: Avaí, em Santa Catarina. 



*Nos três primeiros meses do ano, Carlos Henrique marcou seis gols. Foi emprestado para o Sport, clube pelo qual marcou outros dois gols na Série A do Brasileiro. De volta ao LEC, ele já balançou a rede duas vezes. No total, são dez gols na temporada 2018.



Quer me seguir nas redes sociais?

facebook.com/sodrejulio

instagram.com/sodrejulio

twitter.com/sodrejulio



Relacionados

Esportes | 22-08-2019 20:05

Tencati vai precisar de muitas estratégias... ou de reforços que façam a diferença

Tencati vai precisar de muitas estratégias... ou de reforços que façam a diferença

Esportes | 29-07-2019 22:06

Causos de fora das quatro linhas

Causos de fora das quatro linhas

Esportes | 17-07-2019 21:16

Você faria diferente de Alemão?

Você faria diferente de Alemão?

Esportes | 20-05-2019 21:31

O que o futebol do LEC pode aprender com o basquete alviceleste

O que o futebol do LEC pode aprender com o basquete alviceleste

PUBLICIDADE