Um típico camisa 9 no ataque da Serpente Tricolor

Luciano Neves
Esportes | Publicado em 10/09/2019 às 11:23

Quando foi anunciado pelo Cascavel Futsal no começo da temporada, o pivô Diego foi apontado como a principal contração da Serpente Tricolor pela rodagem em grandes times do futsal brasileiro. Antes de vir para Cascavel, passou por Marechal, Sorocaba e Jaraguá, só para citar os principais.

Essa experiência fez o atleta se destoar no elenco. Restava saber do que Diego seria capaz de fazer. Se atenderia as expectativas da torcida. Até agora, o camisa 9 tem cumprido esse papel. Foi o primeiro jogador do Cascavel Futsal a balançar as redes na temporada de 2019. Ele marcou no amistoso contra o Pato Futsal, na derrota por 2 a 1 no dia 13 de fevereiro, durante a pré-temporada. E também balançou as redes em duas oportunidades no primeiro jogo oficial do Cascavel Futsal no ano (vitória por 7 a 2 sobre o Palmas na rodada de abertura do Campeonato Paranaense da Chave Ouro).

Mas o que importa mesmo são os números atuais de Diego com a camisa do Cascavel Futsal. Ele é o artilheiro do time no ano com 16 gols. São onze no Campeonato Paranaense da Chave Ouro e mais cinco na Liga Nacional. Diego sofreu com uma lesão no início das duas competições que o afastou de alguns jogos. Do contrário, talvez Diego tivesse números ainda mais expressivos no clube. Ele reconhece que a lesão provocou a perda do pique. “Graças a Deus, tenho marcado os gols. Tive um começo do ano meio conturbado em virtude da minha lesão. Fiquei vários jogos de fora da equipe. Mas me recuperei e voltei fazendo gols. A gente tem essa responsabilidade. Não é de hoje que sei dela. Minha posição é pivô, ou seja, estou sempre mais próximo do gol a adversário e fui contratado para isso. A gente vem fazendo uma boa campanha também”, disse o jogador. 

O primeiro gol de Diego com a camisa do Cascavel Futsal foi num amistoso contra o Pato Futsal lá no ginásio Dolivar Lavarda, em Pato Branco. Ele tem uma nova oportunidade de balançar as redes do adversário nesta terça-feira (10), em duelo contra o líder Pato Futsal. Diferente do confronto do início do ano, o jogo desta terça é oficial e é válido pelo Campeonato Paranaense da Chave Ouro. A partida será às 20h05, na casa do adversário. O Cascavel Futsal não tem mais chances de terminar em primeiro lugar na classificação da fase inicial. O time está em quarto lugar com 45 pontos e só tem mais três jogos para cumprir nessa fase. Além do Pato, a Serpente Tricolor enfrenta o Ampére, em casa, no próximo sábado (14), e depois visita o Toledo, no dia 21. Portanto, mesmo que vença os três jogos pode chegar a 54 pontos. O Pato lidera a competição com 56 pontos. 

Outros jogos

Já estão definidos os oito times que vão disputar as quartas de final do Campeonato Paranaense da Chave Ouro. As rodadas finais vão definir as posições dos oito primeiros colocados e os confrontos dos mata-matas. 

Mais três partidas estão programadas para esta terça-feira (10). O Marechal visita o Foz Cataratas, às 20h30, no ginásio Costa Cavalcanti. O time rondonense aparece na segunda posição na tabela com 48 pontos, oito a menos que o líder Pato Futsal. Mas tem um jogo a menos que o primeiro colocado e tem chances de disputar a liderança da fase inicial. Na última sexta, o Marechal foi superado pelo Atlântico de Erechim por 5 a 4, em casa, pela última rodada da Liga Nacional. Depois, no domingo, goleou o Palmas por 5 a 1, no ginásio Ney Braga. O Foz Cataratas também foi derrotado na última rodada da Liga e perdeu para o Minas por 1 a 0. O momento do atual campeão estadual é turbulento. Ontem, a diretoria anunciou a demissão do técnico Cigano, o mesmo que conduziu o time ao título da Chave Ouro em 2018. O preparador físico Marlus Sokolowski comanda a equipe de maneira interina no jogo desta terça. 

O Marreco, que também vem de derrota na Liga, recebe o Ampére, às 20h30, no ginásio Arrudão, em Francisco Beltrão. E hoje pode ser definido o primeiro rebaixado na Chave Ouro. O lanterna São Lucas recebe o Palmas, às 20h30, no ginásio Antônio Lacerda Braga. Se não vencer, estará matematicamente rebaixado para a Chave Prata. 



Relacionados

Esportes | 06-09-2019 11:09

A inclusão no esporte por meio do Taekwondo

A inclusão no esporte por meio do Taekwondo

Esportes | 05-09-2019 18:46

Um campeão olímpico nos Jogos Escolares da Juventude

Um campeão olímpico nos Jogos Escolares da Juventude

Esportes | 31-08-2019 09:50

A força da Serpente Tricolor no 'novo ninho'

A força da Serpente Tricolor no 'novo ninho'

Esportes | 30-08-2019 16:07

Cascavel fatura o título da divisão B dos Jogos Abertos

Cascavel fatura o título da divisão B dos Jogos Abertos

PUBLICIDADE