Londrina recebe audiência pública sobre saneamento

Redação Tarobá News
Ciência e saúde | Publicado em 14/09/2019 às 18:28

tratabrasil.org.br

Nesta terça-feira (17) Londrina será sede de uma audiência pública sobre o novo Regulamento Geral do Saneamento (RGS). O município é o último a receber a reunião. A ação é promovida pela Agência Reguladora do Paraná (Agepar). O evento é aberto e acontece na Associação Comercial e Industrial de Londrina, Acil.

O objetivo é debater diretamente com a população as regras para atuação das empresas do setor de água e esgoto. A proposta de regulamento ficou disponível para consulta pública no site da Agepar nos meses de maio e junho e recebeu diversas contribuições. As audiências públicas são a última etapa para que a Agepar faça a elaboração final do documento. O regulamento estabelece as regras de prestação e utilização dos serviços de saneamento a serem observadas pelo prestador de serviços, usuários e terceiros envolvidos. É a forma de garantir o fornecimento de água e o esgotamento sanitário, sem prejuízo ao usuário e com garantias de investimentos para ampliação dos serviços.

Esse processo de construção do novo regulamento vai atualizar as regras estabelecidas em 1988, pelo decreto 3.926, portanto antes do Marco Regulatório do Saneamento – a lei 11.445, de 2007.

Na segunda-feira, Maringá estará no percurso. As audiências já aconteceram em Santo Antônio da Platina, Ponta Grossa, Cascavel, Umuarama, Campo Mourão, Pato Branco, Guarapuava e Curitiba.

O que pode mudar
O Regulamento Geral do Saneamento contém as definições dos serviços e equipamentos utilizados para a prestação dos serviços de água e de esgoto; as responsabilidades do prestador de serviços, dos usuários e de terceiros; as unidades e categorias de consumo; os pontos de entrega de água e de coleta de esgoto; as instalações do abastecimento de água e do esgotamento sanitário; as ligações, desligamentos e religações; prazos para prestação de serviços; solicitações de ampliação de rede; hidrantes; adesão aos serviços; atendimento aos usuários presencial, telefônico e virtual; solicitação de informação, serviços, reclamação, sugestão e denúncia; leitura e medição dos volumes de água e de esgoto; fraudes; uso irregular dos sistemas de água e de esgoto; faturamento, pagamento e cobrança de outros serviços; interrupção dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário; infrações, sanções e penalidades aos usuários.



Relacionados

Cascavel | 09-10-2019 08:22

USF do Bairro Colmeia estará fechada até dia 11

USF do Bairro Colmeia estará fechada até dia 11

Curitiba | 08-10-2019 10:25

Servidoras da CGE alertam para importância de exames periódicos

Servidoras da CGE alertam para importância de exames periódicos

Curitiba | 07-10-2019 11:49

Copel lança canal para atender usuários de equipamento vital

Copel lança canal para atender usuários de equipamento vital

Cascavel | 07-10-2019 08:56

Alerta: casos de diarreia voltam a crescer em Cascavel

Alerta: casos de diarreia voltam a crescer em Cascavel

PUBLICIDADE