MP abre inquérito civil para investigar caso de águas contaminadas

Redação Tarobá News
Cotidiano | Publicado em 14/01/2020 às 10:32

O Ministério Público do Paraná instaurou inquérito civil para investigar o caso de águas contaminadas em Cascavel. A denúncia foi feita pelo vereador Celso Dal Molin em dezembro de 2018.

Segundo o vereador, exames comprovaram que a água distribuída pela Sanepar para consumo da população estava contaminada com protozoário Cryptosporidium. 

O inquérito deve apurar se a empresa sabia da contaminação e ainda assim não adotou as medidas cabíveis, se houve surto de diarreia causado pelo consumo da água e se o município teve prejuízos com gastos adicionais em razão ao surto no valor de R$ 1.644.087,38, não sendo ressarcido pela Sanepar. 

O pedido de investigação foi feito pelo promotor de Justiça da Comarca de Cascavel. O município tem um prazo de 30 dias para ceder informações que sejam relevantes para conclusão do inquérito. 



Leia mais: Relatório aponta que fontes de água dos parques continuam contaminadas

Oficializado pedido de ressarcimento pelos danos causados por conta da água contaminada



Relacionados

Cascavel | 28-01-2020 15:12

Relatório diário de pacientes aguardando leitos

Relatório diário de pacientes aguardando leitos

Cascavel | 28-01-2020 15:08

28 empresas participam de licitação para aquisição dos terrenos públicos em núcleos industriais

28 empresas participam de licitação para aquisição dos terrenos públicos em núcleos industriais

Cascavel | 28-01-2020 14:28

Candidatos à Direção de Enfermagem participam de debate no Huop

Candidatos à Direção de Enfermagem participam de debate no Huop

Cascavel | 28-01-2020 13:06

Saiba a melhor maneira de usar o celular no trabalho

Saiba a melhor maneira de usar o celular no trabalho

PUBLICIDADE