Comunidade portuária apresenta projetos de obras para Paranaguá

Redação Tarobá News
Economia | Publicado em 12/12/2019 às 17:02

A empresa Portos do Paraná intensifica a parceria com a comunidade portuária para agilizar duas importantes obras de melhoria para a população de Paranaguá. Os projetos executivos da revitalização da Avenida Atílio Fontana, conhecida como Estrada Velha de Alexandra, e da construção de um viaduto sobre a ferrovia da Avenida Roque Vernalha serão doados pela iniciativa privada e executados pelo Governo do Estado.

Na Avenida Roque Vernalha a obra será executada em parceria com a Rumo e está em fase conceitual. Para a Avenida Atílio Fontana, o projeto executivo será doado pelo Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) – os trabalhos iniciais foram apresentados para a autoridade portuária, prefeitura, vereadores e empresários, nesta quarta-feira (11).

Segundo o diretor empresarial da Portos do Paraná, André Luiz Pioli, os trechos são importantes para o desenvolvimento industrial e empresarial da região. “A Atílio Fontana é uma avenida importante, que liga Paranaguá ao distrito de Alexandra, e é essencial para gerar emprego e renda”, disse. “As empresas doarão os projetos e a gente tem a condição de aportar o recurso e construir a obra com mais rapidez. As obras são um anseio de muitos anos da população”, completa.

O prefeito de Paranaguá, Marcelo Roque, parabenizou a iniciativa da Portos do Paraná em reunir esses esforços em prol do município. “A Avenida Atílio Fontana é muito importante para a cidade, corta um bairro populoso, que é o de Alexandra. Nós esperamos com muita ansiedade que esse projeto saia do papel, para que a gente possa executar essa obra”, comemora.

REVITALIZAÇÃO – O coordenador ambiental institucional do TCP, Gabriel Vieira, explica que o projeto da revitalização da Avenida Senador Atílio Fontana surgiu como uma demanda do licenciamento ambiental das obras de expansão do terminal. “Nós elaboramos um estudo de impacto de vizinhança e a Secretaria Municipal de Urbanismo identificou uma oportunidade, como medida compensatória, para a empresa executar esse projeto. Faz seis meses que estamos trabalhando nele para apresentamos hoje”, diz.

Serão nove quilômetros de extensão, desde a Rua Padre João Roberto Alvin até a BR-277. Segundo o representante do TCP, o projeto deve ser concluído até janeiro. O investimento será de cerca de R$ 800 mil.

“Pensando na relação entre o porto e as comunidades do entorno, esta é uma oportunidade para uma rota alternativa, ampliando a capacidade desta via para o escoamento do porto”, explica Vieira. De acordo com ele, esta via recuperada deve desafogar o tráfego de caminhões.

AEN



Relacionados

Curitiba | 21-01-2020 14:10

Custo x Benefício: Qual a temperatura ideal do ar condicionado nas empresas?

Custo x Benefício: Qual a temperatura ideal do ar condicionado nas empresas?

Economia | 21-01-2020 10:25

Aneel homologa parcialmente resultado do leilão A-6 de 2019

Aneel homologa parcialmente resultado do leilão A-6 de 2019

Economia | 21-01-2020 10:15

Combustíveis e mensalidades escolares pressionam IPC na 2ª prévia do IGP-M

Combustíveis e mensalidades escolares pressionam IPC na 2ª prévia do IGP-M

Economia | 21-01-2020 10:10

Cinco loterias para apostar em 2020

Cinco loterias para apostar em 2020

PUBLICIDADE