Taxa de desocupação foi de 10,3% para homens e 14,1% para mulheres, diz IBGE

Estadão Conteúdo
Economia | Publicado em 15/08/2019 às 13:16

A taxa de desemprego entre as mulheres brasileiras foi de 14,1% no segundo trimestre do ano, significativamente superior à taxa de desocupação de 10,3% dos homens. Na média global, a taxa de desemprego foi de 12,0% no segundo trimestre. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As taxas de desemprego mais elevadas entre as mulheres foram observadas em todas as grandes regiões. As mulheres também se mantiveram como maioria na população fora da força de trabalho (64,6%) no País.

O rendimento médio dos homens foi de R$ 2.521 no segundo trimestre, contra uma renda média de R$ 1.991 recebida pelas mulheres. Na média global, o rendimento médio dos ocupados foi de R$ 2.290.

O porcentual de mulheres na população desocupada no segundo trimestre de 2019 foi de 52,8%. O nível da ocupação dos homens foi estimado em 64,3%, enquanto o das mulheres ficou em 45,9%.



Relacionados

Economia | 21-08-2019 15:15

Cintra critica projetos de reforma tributária que têm sido apresentados

Cintra critica projetos de reforma tributária que têm sido apresentados

Economia | 21-08-2019 15:10

Bolsas da Europa sobem com expectativas otimistas por ata do Fed

Bolsas da Europa sobem com expectativas otimistas por ata do Fed

Economia | 21-08-2019 14:40

Campos Neto se reúne com parlamentares e defende pauta prioritária para BC

Campos Neto se reúne com parlamentares e defende pauta prioritária para BC

Economia | 21-08-2019 14:15

Guedes confirma intenção de criar imposto federal nos moldes da extinta CPMF

Guedes confirma intenção de criar imposto federal nos moldes da extinta CPMF