Servidores da UEL saem da greve, mas não descartam retomar paralisação

Redação Tarobá News
Educação | Publicado em 04/12/2019 às 16:16

Agência UEL

Em assembleias realizadas pela Assuel nesta quarta-feira (4) no Hospital Universitário (HU) e no campus universitário, a maioria dos servidores técnico-administrativos da UEL optaram por voltar ao trabalho, mas manter o estado de greve.

LEIA MAIS:

Segundo a Assuel, sindicato que representa a categoria, isso significa que, dependendo dos resultados da votação dos projetos que alteram a aposentadoria dos servidores pelos deputados em Curitiba, outra assembleia poderá ser convocada a qualquer momento para se definir pela greve novamente.

A greve dos servidores teve início nesta terça-feira (3). Em assembleia realizada nesta quarta-feira (4), os professores da UEL decidiram permanecer na paralisação. 

(Com assessoria de imprensa Assuel)



Relacionados

Cascavel | 05-12-2019 12:59

Aprovada PEC que estabelece mudanças na previdência de servidores do estado

Aprovada PEC que estabelece mudanças na previdência de servidores do estado

Joaquim Távora | 05-12-2019 11:05

Ministério Público entra com ação para zerar fila da educação infantil em Joaquim Távora

Ministério Público entra com ação para zerar fila da educação infantil em Joaquim Távora

Educação | 05-12-2019 10:11

Secretaria de Educação do Paraná emite nota sobre paralisação

Secretaria de Educação do Paraná emite nota sobre paralisação

Londrina | 04-12-2019 15:33

Professores da UEL fazem assembleia e decidem permanecer em greve

Professores da UEL fazem assembleia e decidem permanecer em greve

PUBLICIDADE