Justiça dos EUA condena narcotraficante 'El Chapo' à prisão perpétua

Estadão Conteúdo
Mundo | Publicado em 17/07/2019 às 11:50

O líder do Cartel de Sinaloa, Joaquín "El Chapo" Guzmán, foi condenado nesta quarta-feira, 17, à prisão perpétua pela Justiça Federal dos Estados Unidos. Ele irá cumprir pena em uma penitenciária norte-americana.

O traficante de 62 anos, que havia sido protegido no México por um exército de gângsteres e uma elaborada operação de corrupção, foi levado aos EUA para ser julgado depois de ter escapado duas vezes das prisões mexicanas.

Depois de três meses em que a Promotoria apresentou uma montanha de provas, em 12 de fevereiro, um júri popular declarou "El Chapo" culpado de traficar ou tentar traficar mais de 1.250 toneladas de drogas aos Estados Unidos, principalmente cocaína.

O julgamento do mexicano em Nova York foi um mergulho surrealista dentro de um dos maiores cartéis de drogas, uma janela aberta para a vida até então misteriosa do chefão mexicano, famoso pelos túneis construídos para traficar drogas para os Estados Unidos ou para escapar da prisão.

Dezenas de pessoas, incluídas 56 testemunhas do governo americano, entre eles velhos sócios de "El Chapo", rivais, uma ex-amante e agentes do FBI, relataram a história do criminoso. (Com agências internacionais).



Relacionados

Mundo | 14-09-2019 06:46

Guaidó justifica foto na Colômbia com traficantes

Guaidó justifica foto na Colômbia com traficantes

Mundo | 13-09-2019 08:05

Araújo e Bannon discutem fala de Bolsonaro na ONU

Araújo e Bannon discutem fala de Bolsonaro na ONU

Mundo | 12-09-2019 18:05

Grupo ataca viatura e resgata chefe do Comando Vermelho

Grupo ataca viatura e resgata chefe do Comando Vermelho

Mundo | 11-09-2019 09:15

Como o 11 de setembro mudou os rumos da história

Como o 11 de setembro mudou os rumos da história

PUBLICIDADE