Incidente na rede elétrica afeta abastecimento de água em São Martinho

Redação Tarobá News
Paraná | Publicado em 07/12/2019 às 16:04

A orientação é evitar desperdícios, priorizando o uso da água exclusivamente para higiene e alimentação. Foto: reprodução

A Sanepar informa que um incidente na rede elétrica da Copel paralisou o funcionamento do poço que abastece São Martinho, distrito de Rolândia, neste sábado (7). O fornecimento de energia já foi restabelecido, e a previsão é a de que o abastecimento de água seja normalizado até o fim da tarde.

Clientes que possuem caixa-d’água no imóvel, conforme recomendação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), não devem sentir o desabastecimento. A Sanepar sugere que cada imóvel tenha uma caixa-d’água de pelo menos 500 litros. Assim, é possível ter água por 24 horas, no mínimo.

A orientação é evitar desperdícios, priorizando o uso da água exclusivamente para higiene e alimentação.

A Sanepar conta com a participação de todos! O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula. Para consultar esta e outras informações, use o aplicativo para celular Sanepar Mobile ou acesse sempre o site da Sanepar: www.sanepar.com.br


Fonte: Assessoria Sanepar



Relacionados

Londrina | 24-01-2020 18:58

Fim de semana será de sol e calor em Londrina; confira a previsão do tempo

Fim de semana será de sol e calor em Londrina; confira a previsão do tempo

Londrina | 24-01-2020 18:56

Secretaria de Saúde prossegue com mutirão de limpeza no Santa Fé

Secretaria de Saúde prossegue com mutirão de limpeza no Santa Fé

Londrina | 24-01-2020 17:57

Sala do Empreendedor lança agendamento online para MEIs

Sala do Empreendedor lança agendamento online para MEIs

Toledo | 24-01-2020 16:53

Justiça nega recurso e mantém suspensão das obras do Hospital Regional que implicariam gasto de R$ 9,3 milhões

Justiça nega recurso e mantém suspensão das obras do Hospital Regional que implicariam gasto de R$ 9,3 milhões

PUBLICIDADE