Mãe de bebê encontrado morto só não foi presa porque é menor, diz delegado

Redação Tarobá News
Paraná | Publicado em 20/05/2019 às 12:04

A mãe do bebê de encontrado morto em Porecatu, de 17 anos, também está sendo investigada pela Polícia Civil. Ela publicou um desabafo nas redes sociais lamentando a morte do filho, que estava sob os cuidados da avó, presa na madrugada neste sábado (18). 

O delegado Marcos Rubira afirmou que só não pediu a prisão da mãe da vítima por ela ser menor de idade. Os investigadores têm até a próxima segunda-feira para concluir o inquérito. 

A adolescente publicou no Facebook um desabafo após a morte do filho (Imagem: reprodução)

"A mãe que deixa um filho com uma avó naquelas condições tem que ter a conduta analisada. Porque a mãe é a primeira linha de proteção da criança. Se a avó não tem condições de ficar com a criança, a mãe tem que fazer essa análise", afirmou Rubira. 

LEIA MAIS:

O inquérito policial avaliará a conduta da mãe com o objetivo de determinar se ela teve responsabilidade na morte da criança. Segundo exames preliminares, o bebê foi encontrado com a bexiga desidratada e sem comida no estômago. 

A Polícia Civil ressaltou, no entanto, que a ausência de alimentos não indica que ele tenha fica ficado sem comer por muito tempo, já que o órgão se esvazia naturalmente durante o processo digestivo. 



Relacionados

Foz do Iguaçu | 22-10-2019 15:31

Leilão de veículos soma R$ 487 mil para o combate ao tráfico

Leilão de veículos soma R$ 487 mil para o combate ao tráfico

Curitiba | 22-10-2019 15:08

Novos voos regionais alavancam o desenvolvimento no Interior

Novos voos regionais alavancam o desenvolvimento no Interior

Cascavel | 22-10-2019 14:38

Presas da Penitenciária Feminina participam de curso de biojoias no mês de outubro

Presas da Penitenciária Feminina participam de curso de biojoias no mês de outubro

Curitiba | 22-10-2019 14:08

Servidores recebem treinamento na Secretaria da Fazenda

Servidores recebem treinamento na Secretaria da Fazenda

PUBLICIDADE