Promotoria denuncia advogado que teria coagido testemunha

Redação Tarobá News
Policial | Publicado em 14/08/2019 às 09:40

O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Cidade Gaúcha, no Noroeste Paranaense, ofereceu nesta terça-feira, 13 de agosto, denúncia criminal contra um advogado por crime de coação de testemunha (coação no curso do processo). Segundo investigação realizada pelo MPPR, o advogado procurou uma testemunha de acusação que seria ouvida em processo decorrente da Operação Regalia (que investigou a concessão de regalias a presos mediante pagamento de propina).

Conforme a denúncia, o advogado conversou com um parente da testemunha e transmitiu o recado de que ela estaria em risco de morte, visando, assim, intimidar a testemunha para que ela mudasse o depoimento, o que não ocorreu. De acordo com as apurações, o advogado agiu visando beneficiar os denunciados na Operação, em especial dois dos acusados, que são seus clientes.

Se condenado, o advogado ficará sujeito a uma pena de um a quatro anos de prisão, além de multa.


MPPR



Relacionados

Curitiba | 23-08-2019 11:29

Homem é encontrado morto em rio de Curitiba

Homem é encontrado morto em rio de Curitiba

Curitiba | 23-08-2019 11:00

Polícia Civil prende policial por corrupção passiva

Polícia Civil prende policial por corrupção passiva

Cascavel | 23-08-2019 10:20

Criança que teria sido abusada pelo pai passa por exames no IML

Criança que teria sido abusada pelo pai passa por exames no IML

Palotina | 23-08-2019 10:13

Homem é encontrado morto com tiro na cabeça em Palotina

Homem é encontrado morto com tiro na cabeça em Palotina

PUBLICIDADE