Eduardo Bolsonaro: partidos estão trocando deputados da CCJ para atrasar PEC

Estadão Conteúdo
Política | Publicado em 11/11/2019 às 17:25

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL), que lidera o partido na Câmara, falou em sua conta no Twitter sobre uma suposta manobra de alguns partidos que articulam contra a votação da PEC 410. A PEC deixaria claro a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância.

A votação da PEC estava marcada para às 14h desta segunda-feira, 11, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

"Está tendo um boato no corredor que tem partido trocando deputado na CCJ para atrasar o projeto", escreveu o deputado. Segundo Eduardo, o PSL está unido pela aprovação da PEC. "Todos os 7 deputados do PSL titulares da CCJ já deram presença; Objetivo é botar PEC 410/2018 (prisão em 2ª instância) adiante."



Relacionados

Política | 09-12-2019 21:10

Moro responde a Maia sobre Paraisópolis: 'Não podemos confundir as coisas'

Moro responde a Maia sobre Paraisópolis: 'Não podemos confundir as coisas'

Política | 09-12-2019 20:40

Fachin autoriza transferência de Geddel para presídio em Salvador

Fachin autoriza transferência de Geddel para presídio em Salvador

Cascavel | 09-12-2019 20:34

Financiamento de 32 milhões de dólares pelo município é aprovado

Financiamento de 32 milhões de dólares pelo município é aprovado

Política | 09-12-2019 17:25

'Alguns partidos são como autarquias e empresas estatais', diz Marina Silva

'Alguns partidos são como autarquias e empresas estatais', diz Marina Silva

PUBLICIDADE