Reabertura da Estrada do Colono será tema de audiências públicas nas regiões Oeste e Sudoeste

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 14/08/2019 às 16:57

Foto: Kleyton Presidente/Alep

Duas audiências públicas promovidas pela Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) vão movimentar as regiões Sudoeste e Oeste nesta quinta-feira (15) e sexta-feira (16). A pauta é o debate sobre a possibilidade de reabertura da Estrada do Colono, um trecho que corta o Parque Nacional do Iguaçu em 17 quilômetros e liga as duas regiões do estado. Capanema e Medianeira vão sediar os encontros organizados pela Frente Parlamentar pela Reabertura da Estrada-Parque Caminho do Colono, liderada pelo deputado Nelson Luersen (PDT). Em Capanema o evento acontecerá em conjunto com a Comissão de Direitos Humanos e da Cidadania, presidida pelo deputado Tadeu Veneri (PT) e representada no ato pelo deputado Anibelli Neto (MDB).

Nelson Luersen afirmou durante a sessão plenária da terça-feira (13) que a reabertura do caminho é reivindicação de lideranças dos municípios que costeiam o parque nas duas regiões. Ele explicou que a programação contará com uma visita às margens do Rio Iguaçu, no Porto Moisés Lupion, em Capanema, de onde partia a balsa até a estrada. “Na sexta-feira sairemos de Capanema e passaremos por dentro da Argentina, pelo parque nacional, que tem uma estrada-parque”, afirmou, em referência à rodovia que atravessa o departamento de Misiones pelo Parque Nacional do Iguazu, reserva ambiental da floresta atlântica.

Projetos da estrada-parque estão tramitando em Brasília. Tenho conversado com deputados federais que trabalham pela ida da discussão ao plenário. A população quer a reabertura da Estrada do Colono, mas, acima de tudo, a preservação do meio ambiente, conciliando o crescimento e o desenvolvimento econômico ao respeito à flora e à fauna”, afirmou Luersen, fazendo alusão aos projetos de leis do deputado federal Vermelho (PSD), na Câmara Federal (nº 984/2019); e do senador Álvaro Dias (PODE), no Senado (nº 61/2013), originalmente apresentado pelo ex-deputado Assis do Couto.

De acordo com o deputado Anibelli Neto (MDB) que, além de fazer parte da frente parlamentar, representará a Comissão de Direitos Humanos e da Cidadania na audiência pública em Capanema, os encontros têm por objetivo ouvir os argumentos das lideranças regionais favoráveis à reabertura da estrada e também os movimentos de defesa do meio ambiente, contrários a ela. “Precisamos conhecer os prós e contras e temos a convicção de que isto acontecerá. A proposta da estrada-parque será apresentada, inclusive com exemplos de outras experiências que funcionam em reservas ambientais em outros países. Queremos dar a oportunidade para que todos expressem suas opiniões”, frisou.

Para o presidente da Alep, deputado Ademar Traiano (PSDB), que integra a Frente, o fechamento da Estrada do Colono, em 1986, tem gerado discussões recorrentes acerca do ato determinado pela Justiça. “Em minha visão é uma afronta à região, um contrassenso. Na divisa com o parque brasileiro temos uma estrada que corta o parque nacional na Argentina. O que se prevê é um projeto de convivência entre o homem e a natureza, o que poderia ter grande potencial turístico para a região, gerando receitas para o estado sem afetar o meio ambiente”, explicou o parlamentar com base eleitoral na região Sudoeste.

Horários – A audiência pública da Frente Parlamentar pela Reabertura da Estrada-Parque Caminho do Colono, em conjunto com a Comissão de Direitos Humanos e da Cidadania, está programada para acontecer no município de Capanema, na quinta-feira (15), às 19hs, no Parque de Exposições – Centro de Eventos Martinho Lutero. A audiência pública em Medianeira, na sexta-feira (16), tem previsão de início às 19hs, no auditório da Prefeitura de Medianeira.

História – A rodovia PR-495 pertence ao Governo do Paraná e corta, em 17,6 quilômetros, o Parque Nacional do Iguaçu entre os municípios de Capanema e Serranópolis do Iguaçu. Ela é uma antiga ligação entre as regiões Oeste e Sudoeste paranaenses. O trecho, um antigo caminho utilizado por colonos que vinham do Rio Grande do Sul em direção às regiões mais ao norte do país, foi transformado em estrada no ano de 1950. A via está fechada por ordem judicial desde 1986.

Alep



Relacionados

Política | 21-08-2019 17:45

Alcolumbre: não tem muita gente votando contra Eduardo Bolsonaro, são 20 pessoas

Alcolumbre: não tem muita gente votando contra Eduardo Bolsonaro, são 20 pessoas

Curitiba | 21-08-2019 17:10

Governo indica novo diretor de regulação da Agepar

Governo indica novo diretor de regulação da Agepar

Curitiba | 21-08-2019 16:23

CCJ dá parecer favorável ao projeto que trata da reposição salarial dos servidores do Executivo

CCJ dá parecer favorável ao projeto que trata da reposição salarial dos servidores do Executivo

Curitiba | 21-08-2019 16:22

Assembleia Legislativa presta homenagem a soldados e ao Exército brasileiro

Assembleia Legislativa presta homenagem a soldados e ao Exército brasileiro