Trevo Cataratas: Deputados do oeste entregam ofício ao Estado reivindicando reestruturação do local

Redação Tarobá News
Política | Publicado em 14/08/2019 às 17:09

Os deputados estaduais Marcio Pacheco (PDT), Coronel Lee (PSL), Michel Micheletto (PR) e Elio Rusch (DEM), que representam o oeste do Paraná, entregaram um ofício na manhã de hoje (14) para os secretários de Infraestrutura Logística, Sandro Alex e de Planejamento e Projetos Estruturantes do Paraná, Valdemar Bernardo Jorge, contendo a principal reivindicação neste momento da população de Cascavel e região: A reestruturação do Trevo Cataratas. De acordo com Pacheco, o grupo sugere ao governo do Estado que a obra seja construída com recursos oriundos do acordo de leniência fechado pelo Ministério Público Federal com a Ecovia e a Ecocataratas, que é a responsável pela gestão da BR-277, entre Foz do Iguaçu e Guarapuava.

Pelo acordo, as empresas concordaram em pagar R$ 400 milhões em multa, redução de tarifa e obras. Do total, R$ 30 milhões serão pagos como multa, R$ 370 milhões restantes serão pagos a título de reparação de danos, dos quais R$ 220 milhões serão utilizados para reduzir em 30% a tarifa de todas as praças de pedágio e R$ 150 milhões serão destinados à execução de obras nas rodovias.

A reunião de trabalho ocorreu na Assembleia Legislativa do Paraná. “O Trevo Cataratas é um problema que se arrasta há muitos anos e até virou motivo de muitas promessas que, infelizmente, nunca saíram do papel. Sabemos que não é fácil de se resolver, mas, desta vez, o governo tem dado uma atenção especial as demandas que temos apresentados e dentre elas está justamente a reestruturação do Trevo Cataratas”, explica Pacheco.

Os dois secretários de governo receberam o documento das mãos dos deputados oestinos, que decidiram unir as forças políticas em prol de obras estruturantes para o oeste do Estado. Os secretários destacaram a importância de executar a obra.

“Vamos trabalhar para que isso aconteça”, diz o secretário Sandro Alex. “O nosso objetivo é implementar projetos que melhorem a infraestrutura rodoviária do Estado”, completa o secretário Valdemar Bernardo, que também conhece a realidade do entroncamento rodoviário, pois é nascido em Cascavel.

Outro que também se manifestou sobre o assunto e participou da reunião com o grupo de deputados foi o superintendente da Casa Civil, Gugu Bueno, que no ato representou o chefe da Casa Civil do Paraná, Guto Silva. “É momento importante, sobretudo com harmonia existente hoje entre o governo e os deputados na Assembleia Legislativa. Desde o início do Governo Ratinho Junior, a questão do Trevo Cataratas é tratada como prioridade. Agora se abriu a possibilidade da ideia avançar com o acordo de leniência das concessionárias de pedágio para que essa obra seja executada num prazo mais rápido”, destaca Gugu Bueno, que é outro cascavelense no Governo atual.

Para Pacheco, também é importante o apoio das lideranças do oeste paranaense.

“Agora é o momento de todos nós abraçarmos o Trevo Cataratas, que é fundamental para o crescimento e desenvolvimento regional. Nós, deputados que representamos a região, estamos fazendo todos os esforços com o Estado e contamos com o apoio do próprio governador que já se manifestou favorável em tirar a obra do papel”, afirma Pacheco.

As entidades empresariais de Cascavel também já se mobilizam para custear a criação do projeto executivo de reestruturação do Trevo Cataratas, que é considerada o projeto rodoviária mais importantes a ser executado. Há ainda outra possibilidade para a obtenção do projeto executivo com a própria Ecocataratas.

“Se a concessionária já fez esse projeto, então, seria justo a empresa cedê-lo ao Estado em razão da retirada de obras previstas no contrato original, como a construção de terceiras faixas e a conclusão da duplicação entre Cascavel e Foz do Iguaçu”, ressalta Pacheco.  


Maior entroncamento Rodoviário

O Trevo Cataratas é um dos maiores entroncamento rodoviários do Estado do Paraná e o principal do oeste paranaense, ligando várias regiões, sobretudo o Sul (Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e o Centro-Oeste (Mato Grosso do Sul e Mato Grosso) do Brasil, bem como o corredor rodoviário para a Argentina e Paraguai.

O local é a confluência das rodovias BR-277, BR-369 e BR-467. É a principal entrada a Cascavel pela Avenida Brasil.



Relacionados

Curitiba | 20-11-2019 16:34

CCJ aprova admissibilidade da PEC que trata da reforma da Previdência estadual

CCJ aprova admissibilidade da PEC que trata da reforma da Previdência estadual

Política | 20-11-2019 13:25

Partido do tamanho do PT tem que ter candidato próprio, diz Lula sobre 2020

Partido do tamanho do PT tem que ter candidato próprio, diz Lula sobre 2020

Política | 20-11-2019 09:10

STF pode anular apuração de caso Queiroz e mais 900

STF pode anular apuração de caso Queiroz e mais 900

Política | 20-11-2019 08:30

Bolsonaro cria a primeira estatal de seu governo, a NAV Brasil

Bolsonaro cria a primeira estatal de seu governo, a NAV Brasil

PUBLICIDADE