Núcleo da Obesidade da Unimed Cascavel orienta pacientes que querem passar por cirurgia bariátrica

Redação Tarobá News
25/11/2019 07:07

Aos 35 anos, o comerciante Valter José da Cruz já chegou a pesar mais de 160 kg, mesmo tendo 1,74m de altura. “Sempre tive sobrepeso, mas cheguei a um ponto da vida em que preciso pensar na minha saúde”, conta o pai de família que atualmente está com 133 kg e decidido a passar por uma cirurgia bariátrica. “Quero eliminar mais peso até para ter saúde e criar as minhas duas filhas, uma de sete e outra de um ano de idade”, complementa o comerciante.

Valter fez parte de mais uma turma do Núcleo da Obesidade, projeto iniciado em outubro de 2018 pela Unimed Cascavel para conscientizar pacientes com sobrepeso quanto aos desafios físicos e emocionais da cirurgia. “Esta é uma fase de conscientização e preparação. Depois, encaminhamos estas pessoas para especialistas, caso elas se mantenham neste propósito e tenham recomendação médica para isto”, explica a psicóloga Ariella Sousa, do Centro de Atenção à Saúde (CAS) da Unimed Cascavel.

Os participantes passam por avaliações de assistente social, psicóloga e nutricionista, além de encontros coletivos, a exemplo deste realizado na noite de terça-feira (19), no CAS. “Aqui nos explicamos as questões pré e pós-operatórias, além das mudanças físicas e emocionais que a cirurgia traz”, reforça a psicóloga.

A nutricionista Francielle Salvatti alerta para os desafios que vêm depois da cirurgia: “A dificuldade maior é nos pós-operatório, porque os pacientes têm dificuldades com a dieta e com o consumo das vitaminas pois, na maioria das vezes, é necessário fazer reposição. Sem as vitaminas, pode haver anemia, desnutrição, queda de cabelo, além de outros problemas. Ou seja, você faz a cirurgia, mas tem que se cuidar para o resto da vida de qualquer maneira”, reforça Salvatti.

Lucilene Moraes também tem duas filhas. As meninas estão entre as razões para ela querer eliminar o peso que coloca a própria saúde em perigo. O excesso de peso já causa artrose na auxiliar administrativa. “Estou mudando por mim e pela minha família. Sempre tive o efeito sanfona e acredito que será diferente com a cirurgia. Quero eliminar 40kg”.  

O auxílio multiprofissional do Núcleo da Obesidade da Unimed Cascavel é uma ferramenta para aumentar as chances de sucesso por meio da cirurgia, mas é preciso esforço pessoal, pois maus hábitos alimentares e falta de atividade física podem fazer a pessoa engordar novamente, mesmo após o procedimento.

“É por isso que a gente trabalha de forma completa, encaminhando esses pacientes também para outros projetos de Medicina preventiva da Unimed Cascavel, a exemplo do Na Medida, que tem foco na perda de peso sem intervenção cirúrgica, oferecendo orientações e até parceria com academia para que estas pessoas criem o hábito sempre saudável da prática de exercícios”, finaliza a nutricionista Francielle Salvatti.

Como participar

Para participar do Núcleo da Obesidade, baste ser beneficiário da Unimed Cascavel. Para mais informações, ligue: 3038-8989.

Cuidar de você. Esse é o plano.