Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel
Londrina
Cascavel

Lágrima ácida

08/12/17 às 15:08 - Escrito por Luciane Miyazaki

Assim como nós, humanos, cães e gatos produzem lágrima. Ela tem a mesma função: lubrificar o olho e proteger contra agentes externos, como a poeira.

A chamada lágrima ácida é quando essa lágrima escorre e acaba formando manchas escuras logo abaixo e/ou no canto dos olhos.

Na verdade, a lágrima em si não é ácida. A mancha se dá por causa de alguns componentes da própria lágrima ou até da saliva.

O problema é mais comum em cães de pelos claros, principalmente, das raças poodle, shitzu, lhasa apso, maltês, buldogue inglês, buldogue francês, pequinês etc. Pode acontecer com gatos também. Mais frequentemente, nos persas.

Percebeu algo em comum? Com exceção de alguns, como o poodle, são os chamados braquicefálicos. Têm o focinho achatado e o olho mais “saltado”. Muitas vezes, a pálpebra consegue não faz a proteção adequada do olho.

Em outros casos, como nos poodles e malteses, pode acontecer devido à quantidade de pelos ao redor dos olhos, que pode causar irritação e aumento da produção da lágrima.

Pode acontecer ainda quando há obstrução do ducto lacrimal que aí não consegue absorver toda a lágrima produzida ou ainda por deformações na pálpebra.

Tratamento

Se o problema for no ducto lacrimal ou na pálpebra, uma cirurgia pode resolver.

Daí a importância de procurar um veterinário para descartar ou não essas hipóteses.

A qualidade da ração pode interferir também. Pode ser o caso de uma ração super premium acabar com a lágrima ácida. Há relatos de uma em particular ser ótima para o problema. Como não vamos fazer propaganda, vale dar uma pesquisada em “lágrima ácida” que você vai encontrar o nome. O seu veterinário também vai poder dizer qual é.

Algumas pessoas também perceberam melhora com a retirada de alguns petiscos industrializados como palitinhos e ossinhos coloridos artificialmente.

Outros, falam de um produto importado e que teria bons resultados na eliminação dessas manchas.

Cuidados

O importante é manter o local limpo e seco. Vale passar gaze com soro fisiológico 2 vezes ao dia. Depois, passar uma gaze seca.

Colírios, só se for com orientação veterinária.

Deixar o pelo aparado na região dos olhos.

Outra dica é massagear o canto dos olhos todos os dias para evitar o entupimento do ducto lacrimal.

O cães com dobras, como o buldogue inglês, merecem uma atenção ainda mais especial. Além das manchas, é preciso evitar assaduras ou dermatite de dobras, que pode virar depois uma infecção.

Veja só o que o veterinário Giorgio Queiroz falou para o Pet TV sobre a lágrima ácida: https://www.facebook.com/pettvlondrina/videos/1927354887504713/

© Copyright 2022 Grupo Tarobá