Ministério da Agricultura será responsável por reforma agrária, terras indígenas e quilombos

Sirlei Benetti
Cotidiano | Publicado em 02/01/2019 às 09:52

O presidente Jair Bolsonaro retirou da Funai (Fundação Nacional do Índio) a atribuição de demarcar terras indígenas e a passou para o Ministério da Agricultura, comandado por Teresa Cristina (DEM). A ministra é deputada da bancada ruralista e liderou a frente parlamentar da agropecuária em 2018.

A decisão está na medida provisória que reestrutura os ministérios para adequá-los à nova configuração determinada pelo governo, com 22 pastas. O texto foi publicado na 1ª edição do Diário Oficial da União do governo Bolsonaro.

A identificação, delimitação e demarcação de terras indígenas era uma das principais responsabilidades da Funai –órgão que ficará esvaziado no novo governo e já havia sido transferido para a pasta de Mulheres e Direitos Humanos.

Fonte: Notícias Agricolas



Relacionados

Cotidiano | 26-05-2020 20:45

Senado aprova projeto que prorroga dívidas de agricultores familiares

Senado aprova projeto que prorroga dívidas de agricultores familiares

Cotidiano | 06-05-2020 13:50

Ferroeste bate recorde de movimentação de cargas transportadas

Ferroeste bate recorde de movimentação de cargas transportadas

Cotidiano | 04-05-2020 14:11

Safra de grãos do Estado deve atingir 41 milhões de toneladas

Safra de grãos do Estado deve atingir 41 milhões de toneladas

Cotidiano | 30-04-2020 15:20

Paraná terá safra de pinhão menor este ano

Paraná terá safra de pinhão menor este ano