Linha 4

Publicidade

Brasil encara o Japão no Mundial de futsal

Luciano Neves

O Brasil joga contra o Japão pelas oitavas. Thais Magalhães/CBF

Na Copa do Mundo de futsal de 2016, na Colômbia, o Brasil foi surpreendido pelo Irã nas oitavas de final e foi eliminado nos pênaltis na fase de oitavas de final. Foi uma queda precoce para uma seleção que sempre é apontada como favorita nesta modalidade. O resultado de cinco anos atrás aumenta a responsabilidade para os atletas que estão na disputa da Copa do Mundo de futsal na Lituânia. Nesta quinta-feira (23), o Brasil encara o Japão, às 14 horas, pelo horário de Brasília, pelas oitavas de final da competição. A Seleção Brasileira, do técnico Marquinhos Xavier, passou fácil pela primeira fase com três vitórias em três jogos. No último domingo, fez 5 a 1 no Panamá, pelo Grupo D, e terminou com a melhor campanha da competição. Além do Brasil, apenas Rússia, Espanha e Argentina avançaram com 100% de aproveitamento. Já o Japão se classificou com o terceiro lugar no Grupo E, encabeçado pela Espanha, com três pontos. O time asiático teve uma vitória sobre Angola e sofreu duas derrotas.

De olho no primeiro desafio de mata-mata da competição, o capitão Rodrigo afirmou que a equipe está preparada. “A gente sabe que o Brasil tinha essa responsabilidade de chegar, e tem a responsabilidade de chegar ainda mais (longe). Sabemos que no último Mundial foi nessa fase que a gente ficou de fora. Então tem esse peso. Mas estamos muito bem preparados”, disse Rodrigo.

Se passar pelo Japão, o Brasil irá enfrentar o Marrocos nas quartas de final no domingo (26). Nesta quinta, o time africano derrotou a Venezuela por 3 a 2 e avançou no torneio.


Os artigos dos blogs não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor do texto.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.