Linha 4

Publicidade

FC Cascavel empata com o Cianorte e decide classificação em casa

Luciano Neves

Cianorte e FC Cascavel não saíram do 0 a 0 no jogo de ida da segunda fase da Série D. Fotos Diego Menegon

Quando entrou em campo neste domingo (12) para enfrentar o Cianorte, no Estádio Albino Turbay, pelo jogo de ida da segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro, o FC Cascavel alcançou uma marca histórica: fez o seu 32o jogo na temporada. Isso significa que foi o ano em que o clube mais entrou em campo num mesmo ano. Isso em virtude do calendário mais robusto pelas três competições. Obviamente, o clube vai ampliar essa marca, já que é finalista do Campeonato Paranaense e quer seguir adiante na competição nacional.

Contra o Cianorte, o FC Cascavel ficou no 0 a 0. Foi o 14o empate na temporada. Mas neste caso, o resultado foi até interessante para a Serpente Aurinegra. A Série D entrou na fase de mata-mata e, com o empate fora, o FC Cascavel depende de uma vitória simples em casa na partida de volta, que será no próximo sábado (18), às 16 horas, no Estádio Olímpico Regional. Se eliminar o Leão do Vale do Ivaí, o FC Cascavel irá enfrentar o vencedor do confronto entre Caldense e Aparecidense. No jogo de ida, o time mineiro venceu por 1 a 0. Caso a Caldense confirme a classificação e cruzar o caminho do FC Cascavel, o time cascavelense terá o privilégio de fazer o jogo de volta das oitavas no Olímpico. Caso o adversário da Serpente Aurinegra seja a Aparecidense é bem provável que o time fará o jogo de volta da fase seguinte como visitante.


O jogo

A partida marcou o duelo dos dois representantes do Paraná na Série D. A Serpente Aurinegra mesmo longe de casa começou bem e se impôs seu estilo de jogo, com muita troca de passes desde o apito inicial. Do outro lado os donos da casa fizeram um jogo de muita marcação buscando anular as ações ofensivas do time de FC Cascavel e apostou nos contra-ataques. Mesmo assim a equipe cascavelense soube administrar o adversário e levou mais perigo ao gol do Cianorte logo nos primeiros minutos.

Nos minutos finais do primeiro tempo a Serpente Aurinegra também mostrou maturidade dentro de campo. Com um setor defensivo bem postado, o Cascavel soube administrar a pressão adversária. Apesar de um jogo bem disputado, a partida terminou empatada em 0 a 0 na primeira etapa.

O Cascavel voltou ligado e logo no primeiro minuto do segundo tempo o meio-campo Robinho na bola afastada pela defesa chutou forte e colocou o goleiro do Cianorte para trabalhar, exigindo uma grande defesa. Aos 5 minutos a Serpente Aurinegra por pouco não abriu o marcado com o meio-campo João Pedro. Na jogada Léo Itaperuna aproveitou a vantagem e tocou para o camisa 10 do Cascavel, que chutou na saída do arqueiro adversário, e viu o zagueiro Mauricio tirar a bola em cima da linha.  

Jogando em casa o Cianorte recuou seu time e tentou apostar ainda mais nos contra-ataques. Do outro lado o time comandado pelo auxiliar-técnico José Luiz Fonseca seguiu pressionando e envolvendo o adversário com a troca de passes. Dominando a partida, o Cascavel viu o zagueiro Mauricio do Cianorte ser expulso depois de fazer uma falta na entrada da área. No lance o zagueiro Willian lançou Léo Itaperuna que dominou no peito, colocou na frente e foi derrubado pelo defensor adversário. Em um lance muito parecido aos 40 minutos do segundo tempo, Léo Itaperuna foi lançado ao ataque e novamente derrubado na cara do gol, desta vez pelo zagueiro Doma, que foi advertido apenas com cartão amarelo. Fim de jogo, Cianorte 0 x 0 Cascavel.


Os artigos dos blogs não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor do texto.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.