Linha 4

Publicidade

FC Cascavel reencontra o Nacional depois de cinco anos

Luciano Neves

O FC Cascavel foi campeão da segunda divisão estadual sobre o Nacional de Rolândia, em 2014. Foto João Guilherme

O FC Cascavel irá enfrentar o Nacional de Rolândia nesta quarta-feira (14), às 15h30, no Estádio Erich George, pela sexta rodada do Grupo 7 da Série D do Campeonato Brasileiro. Este não é um adversário muito comum da Serpente Aurinegra já que está na segunda divisão do Campeonato Paranaense. Os dois times voltam a se enfrentar depois de mais de cinco anos. Na história, ocorreu apenas um duelo entre as duas equipes na primeira divisão estadual. Foi na edição de 2015 e o FC Cascavel superou o Nacional por 2 a 1, no Estádio Olímpico Regional. Esse jogo ocorreu no dia 22 de fevereiro de 2015.

Apesar dos poucos encontros, o Nacional é um adversário marcante para o FC Cascavel. A conquista mais importante da Serpente Aurinegra até hoje foi sobre o time de Rolândia. Em 2014, os dois times subiram juntos da segunda para a primeira divisão estadual. E se encontraram na decisão do título. No jogo de ida da final, o Nacional conquistou a única vitória sobre o FC Cascavel até hoje: 1 a 0 em Rolândia, no dia 20 de outubro de 2014. Na mesma semana, no dia 25 de outubro, um sábado, o FC Cascavel recebeu o Nacional no Olímpico. Para ser campeão da segunda divisão, precisava de uma vitória simples e até desperdiçou um pênalti no primeiro tempo. Para piorar, viu Lucas Vieira abrir o placar para o Nacional.

Mas o FC Cascavel, então treinado por Paulo Foiani, conseguiu a virada. O zagueiro Maurício empatou aos 39 minutos da etapa final. E aos 49 minutos, já nos acréscimos, Willian Rocha marcou o gol do título. Vitória por 2 a 1. Ao todo, FC Cascavel e Nacional se enfrentaram em seis ocasiões. São quatro vitórias da Serpente Aurinegra, um empate e uma vitória do time de Rolândia.

É preciso ressaltar que este retrospecto foi elaborado de 2013 para cá, depois que o FC Cascavel passou pelo processo de reformulação e adotou o preto e o amarelo como cores predominantes no uniforme. Antes disso, quando o time cascavelense ainda usava o azul e branco, os dois times se enfrentaram duas vezes na edição de 2010 do Campeonato Paranaense da segunda divisão. No primeiro turno, vitória do Nacional por 1 a 0. E depois, no segundo turno, houve um empate sem gols. 


Seguir vencendo

O FC Cascavel tratava o jogo contra o Toledo, no domingo passado, como um ‘divisor de águas’ na Série D do Campeonato Brasileiros. O time precisava da primeira vitória na competição para desencadear a reação. O resultado positivo no ‘clássico da soja’ veio: 3 a 1 sobre o Toledo, no Estádio Olímpico Regional. O resultado positivo ainda não colocou o time de Marcelo Caranhato dentro do G-4 no Grupo 7. Porém, fez a Serpente Aurinegra se manter próxima dos times que ocupam a parte de cima. E deu condições de alcançar o grupo dos quatro primeiros colocados já nesta sexta rodada. O FC Cascavel aparece na sexta posição na tabela com seis pontos. São dois a menos que Ferroviária, Mirassol e Portuguesa-RJ, terceiro, quarto e quinto colocados, respectivamente. O detalhe é que nesta rodada haverá um confronto direto entre Portuguesa-RJ e Mirassol, que jogam às 15 horas, no Estádio Luso-Brasileiro. Ou seja, se conseguir a primeira vitória como visitante e derrotar o Nacional, o FC Cascavel pode terminar a rodada em quarto lugar. Mas para isso, necessitará de uma combinação de resultado. Para o FC Cascavel é preciso que haja um vencedor neste duelo e que a Ferroviária seja derrotada pela Cabofriense, em casa. 

O técnico Marcelo Caranhato exige apenas para que o time siga pontuando. Na visão do treinador, um resultado positivo diante do Nacional irá validar a vitória sobre o Toledo. E aí o clube estabelece uma nova meta: alicerçar a posição no G-4 com mais uma vitória sobre a Portuguesa-RJ no domingo (18), no Olímpico, no jogo que vai marcar o fechamento do turno. “É um jogo fundamental para as nossas pretensões dentro da competição, até para que a equipe valide os pontos conquistados contra o Toledo. Uma vitória contra o Nacional nos aproxima da zona de classificação, e depois temos um jogo em casa contra a Portuguesa do Rio de Janeiro”, disse. 

O Nacional não vem fazendo uma boa campanha na Série D do Brasileiro. O time foi superado pelo Bangu em casa no último domingo por 2 a 1 e aparece na sétima posição com quatro pontos. Em cinco jogos na competição, foram quatro derrotas e apenas uma vitória. 

*Reportagem atualizada às 14h28

COMENTÁRIOS

Publicidade