Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Barroca indica Botafogo ofensivo em São Paulo e quer time 'beirando a perfeição'

16/08/19 às 17:05 - Escrito por Estadão Conteúdo

Com passagem marcante nas categorias de base do Corinthians, adversário deste sábado, às 17 horas, em Itaquera, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico do Botafogo, Eduardo Barroca afirmou, nesta sexta-feira, que planeja um time ofensivo na casa do rival.

"Não podemos ir lá pensando em empatar, temos de ir pensando em vencer. O Corinthians é uma equipe muito bem organizada pelo Carille (Fábio, técnico), por quem tenho grande carinho", disse o treinador botafoguense, em entrevista coletiva.

O comandante deixou claro que espera por um duelo bastante complicado em São Paulo, mas acredita que a sua equipe pode conquistar os três pontos diante do rival caso exiba um bom desempenho na arena corintiana.

"Enfrentar o Corinthians em qualquer situação é muito difícil. Esta há muitos jogos sem perder lá, teremos de fazer um jogo beirando a perfeição, equipe que sofre poucos gols, muito organizada, tem grande treinador, talentos individuais, ótimas condições de trabalho. Mas vai enfrentar um Botafogo que também vive bom momento, tenho confiança no trabalho", afirmou.

Apesar da confiança, Barroca não poderá contar com jogadores importantes: o zagueiro Joel Carli, que será poupado, e o meia Alex Santana, lesionado. Para completar, ele não terá à disposição o volante João Paulo, suspenso. "Temos dificuldades nesse jogo. O time está um pouco descaracterizado. Mas tenho confiança muito grande em todos do grupo", destacou o treinador.

O técnico faz mistério com relação à escalação, mas Marcelo Benevenuto deve substituir Carli na zaga, enquanto Rickson tem boa chance de ser o escolhido para ganhar uma chance no meio-campo na vaga aberta por Alex Santana.

Assim, uma provável escalação do Botafogo para este sábado contaria com Gatito; Marcinho, Marcelo, Gabriel e Gilson; Cícero, Bochecha e Rickson; Rodrigo Pimpão (Lucas Campos), Luiz Fernando e Diego Souza.

DIEGO SOUZA - Barroca ainda comentou nesta sexta-feira sobre a longa conversa, de mais de 20 minutos, que teve com Diego Souza após treino da última quarta-feira. Na quinta, também em entrevista coletiva, o jogador admitiu certo desconforto por atualmente ter de jogar de costas da zaga adversário, desempenhando a função de pivô do ataque e de centroavante. O técnico minimizou a importância da conversa e disse que este tipo de diálogo com jogadores é normal na sua rotina no clube.

"Porrada estanca todo dia, mas não só com ele, com outros também. Um cara vencedor, carreira esportiva dele mostra isso. O peso que ele tem, um cara que está acostumado a vencer, que gosta de discutir certos pontos. Adoro isso, quando o jogador se sente seguro para vir até mim e debater. Estou sempre aberto, se ele me convencer a ceder, e também eu convencê-lo", afirmou o comandante, que falou com a imprensa pouco antes de o time alvinegro realizar o último treino de preparação para o jogo deste sábado.

Com duas vitórias consecutivas no Brasileiro - 2 a 1 sobre Athletico-PR e 2 a 0 em cima do Avaí -, o Botafogo é o sétimo colocado, com 22 pontos, fruto de sete vitórias, um empate e seis derrotas. Na rodada seguinte a esta 15ª, o adversário da equipe carioca será a Chapecoense, no dia 26, no Engenhão.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá