Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel
Londrina
Cascavel

Cruzeiro empata com Vitória no Mineirão e amplia jejum para 4 jogos no Brasileiro

30/07/17 às 21:35 - Escrito por Estadão Conteúdo
Foto: Washington Alves/Cruzeiro -

O Cruzeiro segue patinando no Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo, o time chegou ao quarto jogo sem vitória ao ficar no empate sem gols com o Vitória, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pela 17.ª rodada.

A última vitória cruzeirense aconteceu no dia 12 de julho, sobre o Atlético-PR, por 2 a 0, fora de casa. De lá para cá foram três empates e uma derrota. Com isso, despencou para o nono lugar, com 23 pontos. O Vitória, por sua vez, é apenas o penúltimo, com 13, e segue seriamente ameaçado pelo rebaixamento.

O Cruzeiro entrou em campo com poucas novidades. Manoel voltou para formar dupla de zaga com Léo e Sassá acabou escalado no comando de ataque, deixando Rafael Sóbis atuando pelos lados do campo.

As pequenas mudanças não alteraram nada a forma de o time mineiro a jogar. Fazendo pressão na saída de bola adversária, os donos da casa criaram boa chance aos 18 minutos. Sóbis tabelou com Sassá e bateu cruzado para fora, assustando Fernando Miguel.

O time mineiro seguiu em cima do adversário, mas sofreu para encontrar espaço. Numa das poucas vezes em que passou pelo bloqueio baiano, os mineiros obrigaram Fernando Miguel a praticar boa defesa em cabeçada de Tiago Neves.

O tempo foi passando e o Cruzeiro perdeu dois jogadores por lesão em apenas dois minutos - Élber e Manoel saíram para as entradas de Rafinha e Murilo, respectivamente. Antes do intervalo, a partida voltou a ficar quente com uma boa chegada do time baiano. Em contra-ataque, Tréllez recebeu de David, mas parou em Fábio.

A resposta mineira foi imediata. No lance seguinte, a defesa do Vitória não conseguiu cortar cobrança de falta e a bola sobrou para Rafinha. Colado na trave, Fernando Miguel defendeu, garantindo o empate antes do intervalo.

O Vitória voltou melhor e aproveitou a falta de inspiração do Cruzeiro para chegar ao campo de ataque. Uillian Corrêa e David assustaram Fábio e quase marcaram. Quando entraram no jogo, os donos da casa foram perigosos e exigiram duas grandes defesas de Fernando Miguel. Primeiro, ele caiu bem para defender chute colocado de Rafinha. Depois, ele fez um pequeno milagre em finalização rasteira de Thiago Neves à queima-roupa.

Thiago Neves e Fernando Henrique voltaram a ficar cara a cara poucos minutos depois e o goleiro baiano voltou a levar vantagem. Rafinha roubou a bola no campo de ataque e acionou o camisa 30. Ele correu livre em diagonal, mas finalizou em cima do goleiro adversário. E o jogo ficou mesmo no 0 a 0 até o final.

O Cruzeiro volta a campo contra o Vasco, na próxima quinta-feira, às 20 horas, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). Na quarta-feira, o Vitória recebe a Ponte Preta, às 21 horas, no Barradão, em Salvador (BA).

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 X 0 VITÓRIA

CRUZEIRO - Fábio; Lucas Romero, Manoel (Murilo), Léo e Diogo Barbosa; Henrique e Ariel Cabral; Élber (Rafinha), Thiago Neves e Rafael Sóbis; Sassá (Raniel). Técnico: Mano Menezes.

VITÓRIA - Fernando Miguel; Caíque Sá, Kanu, Wallace e Juninho; Ramon (Cleiton Xavier) e Uillian Correia; Yago (Patric), Carlos Eduardo (René) e David; Santiago Tréllez. Técnico: Vagner Mancini.

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas (PA).

CARTÕES AMARELOS - Sassá, Thiago Neves, Ariel Cabral e Diogo Barbosa (Cruzeiro); Uillian Corrêa, Fernando Miguel, Wallace e Cleiton Xavier (Vitória).

RENDA - R$ 174.802,00.

PÚBLICO - 10.046 pagantes (12.471 presentes).

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

© Copyright 2022 Grupo Tarobá