A escolha certa, na hora certa

Júlio Sodré
Esportes | Publicado em 25/08/2018 às 14:43

Foto: Igor Tofalini é o campeão mundial de canoagem na categoria VL2, para paratletas com canoa havaiana - canoeifc.com

De maneira geral, todo campeão no esporte costuma ter disciplina, treinar forte, ter genética favorável e muito esforço. Com o paracanoísta Igor Tofalini não é diferente. Neste sábado, ele conquistou a inédita medalha de ouro no Campeonato Mundial de Canoagem e Paracanoagem, disputado em Portugal. Na categoria VL2, Tofalini completou 200 metros em 54s316 com a canoa havaiana. Até o momento, esta é a primeira e única medalha dourada da paracanoagem brasileira na competição.


Além de todos os atributos acima, o novo campeão mundial de paracanoagem mostra que sabe escolher o momento certo para fazer mudanças. Após ter a carreira de peão de boiadeiro profissional interrompida por um acidente, os primeiros passos para retomada da vida esportiva foram em uma piscina. Nadar, porém, não era o que realmente satisfazia ex-peão de Cambé, que hoje mora em Londrina.


Foi na canoagem que ele descobriu o verdadeiro gosto pelas competições como paratleta. Remou caiaque em competições nacionais e internacionais por aproximadamente 5 anos. No Brasil, conquistou todos os títulos possíveis. No continente também. O grande desafio nas competições de nível mundial era o nível dos outros concorrentes, que geralmente tinham menos limitações físicas do que ele.


Apareceu, então, a tal da canoa havaiana, que foi introduzida também nos Jogos Olímpicos de 2020, no Japão. No começo deste ano, os treinos eram mesclados entre o “novo brinquedo” e o caiaque. No primeiro semestre, ele chegou a competir nas duas modalidades, na disputa da primeira etapa da Copa Brasil. Era preciso focar mais. Foi aí que Igor Tofalini passou a dedicar-se integralmente aos treinos de canoa havaiana.


Dos treinamentos em Londrina, no Lago Igapó, ele logo passou por um período de aprimoramento e com outros paratletas e comissão técnica da Seleção Brasileira de Paracanoagem, em Ilha comprida (SP). Era o estágio pré-mundial. Em Portugal, foram duas semanas de adaptação e preparação. Longe da família, a concentração se mostrava intensa. O celular, tão companheiro, não mostrava mais os rotineiros treinos.


Tanto foco deu resultado. Ele soube treinar, teve esforço, disciplina, mas teve, acima de tudo, a oportunidade de fugir da zona de conforto e a sabedoria de fazer a escolha certa. Deixou para trás a certeza de vários títulos nacionais em cima de um caiaque para se aventurar no duvidoso mundo da canoa havaiana. Hoje, Igor Tofalini não é só do Brasil. É a referência mundial na categoria VL2 da canoagem. É quem os adversários, a partir de agora, querem derrotar. É o campeão mundial.



Quer me seguir nas redes sociais?

facebook.com/sodrejulio

instagram.com/sodrejulio

twitter.com/sodrejulio



Relacionados

Esportes | 17-07-2019 21:16

Você faria diferente de Alemão?

Você faria diferente de Alemão?

Esportes | 20-05-2019 21:31

O que o futebol do LEC pode aprender com o basquete alviceleste

O que o futebol do LEC pode aprender com o basquete alviceleste

Esportes | 16-04-2019 20:00

Com lado financeiro saudável, o ano vai “começar” para o LEC

Com lado financeiro saudável, o ano vai “começar” para o LEC

Esportes | 20-03-2019 19:04

A semana que o basquete teve mais torcida que o futebol

A semana que o basquete teve mais torcida que o futebol

PUBLICIDADE