A viagem dos cascavelenses para os Jogos Olímpicos de Tóquio

Luciano Neves
Esportes | Publicado em 21/07/2019 às 09:50

Os atletas da canoagem de Cascavel partem, neste domingo (21), para uma viagem cujo destino é Lima, capital do Peru. Ana Paula Vergutz e Vagner Souta se juntam a nomes de expressão internacional, como Isaquias Queiroz dos Santos, Erlon de Souza Silva, e outros seis canoístas. Todos eles fazem parte da Seleção Brasileira de Canoagem que disputa os Jogos Pan-Americanos. O evento na capital peruana inicia na próxima sexta (26) e vai até o dia 11 de agosto.

A disputa do Pan não é novidade para Ana e Vagner. Os dois foram medalhistas na edição de 2015, em Toronto, no Canadá. Ana tem um pouco mais de rodagem nessa competição e esteve também na edição de 2011 do Pan, em Guadalajara, no México. Só que a viagem que eles iniciam neste domingo tem outro destino bem mais desejado. A vontade de ambos é que essa jornada termine em Tóquio, no Japão, na disputa dos Jogos Olímpicos de 2020.

Um bom desempenho no Pan do Peru servirá como parâmetro para os dois atletas. A competição não é classificatória para as Olimpíadas, como explicou Ana Paula. “O Pan não é classificatório olímpico, mas serve como uma base para avaliarmos o nosso próprio desempenho e também como base para o torneio classificatório para as Olimpíadas, que será no ano que vem. E também é uma competição pan-americana. Nesse torneio, a gente acaba competindo com as mesmas adversárias que estarão nos Jogos Pan-Americanos no Peru”, explicou a canoísta.

Depois do Pan, ainda em 2019, Ana Paula e Vagner terão outro compromisso importante: o Campeonato Mundial de Canoagem, que será na Hungria. E essa competição é classificatória para as Olimpíadas de Tóquio. Se a vaga não vier no Mundial, restará o Campeonato Pan-Americano, que será no Chile.

Ana Paula e Vagner Souta estiveram nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. No Pan, a atleta de Cascavel tenta repetir o feito de Toronto. Ela é a única representante do Brasil a conquistar uma medalha no Pan no caiaque na canoagem de velocidade. A cascavelense faturou o bronze na prova do K1. Em Lima, Ana Paula irá competir nas provas de K1 500 e K1 200 metros. Ana Paula é especialista na provas mais longas. Por isso, ela projeta melhores resultados no K1 500 metros.

Vagner Souta

Quando recebeu a notícia da convocação para o Pan, Vagner Souta já estava treinando em São Paulo. Em Lima, ele disputa a competição pela segunda vez. Na primeira oportunidade, em Toronto, em 2015, ele faturou duas medalhas. Foi prata no K4 1000 metros e bronze no K2 1000 metros.

Depois disso, ele se especializou no K1, em que rema sozinho, e as chances de uma nova medalha no Pan do Peru aumentaram. “É uma competição muito forte. O nível dos atletas no Pan é bem alto e o meu objetivo é repetir os resultados do Pan anterior. Dessa vez, eu vou remar o K1, que estou treinando desde o começo do ano. E estou colhendo bons frutos com o individual. Tudo isso entra na meta principal de conquistar a vaga nos Jogos Olímpicos”, disse ele.

 A grande meta do canoísta, no entanto, é garantir presença nas Olimpíadas do ano que vem. “A minha meta é classificar a nossa embarcação para remar em Tóquio. Esse é o meu grande objetivo. Treino focado nisso o ano inteiro. Fui treinar na Europa justamente com este foco. E estamos indo no caminho certo”, disse ele, esperançoso.



Relacionados

Esportes | 17-08-2019 11:39

O camisa 9 do tetra em Cascavel

O camisa 9 do tetra em Cascavel

Esportes | 16-08-2019 22:33

Cassiano Klein tem a faca e o queijo na mão

Cassiano Klein tem a faca e o queijo na mão

Esportes | 16-08-2019 19:56

Os grandes vitoriosos do Bom de Bola

Os grandes vitoriosos do Bom de Bola

Esportes | 16-08-2019 13:17

Cascavel Futsal enfrenta a Intelli de São Carlos pela Liga Nacional

Cascavel Futsal enfrenta a Intelli de São Carlos pela Liga Nacional

PUBLICIDADE