Fazer história no FC Cascavel

Luciano Neves
Esportes | Publicado em 19/03/2020 às 15:21

Marcelo Caranhato tem o desejo de fazer história no FC Cascavel. Foto Felipe Fachini/Assessoria FC Cascavel

O técnico do FC Cascavel, Marcelo Caranhato, repetiu a mesma frase em diversas entrevistas e declarações: “fazer história no clube!” Após a vitória sobre o União por 3 a 2, na última rodada da fase inicial do Campeonato Paranaense, Caranhato fez uso da tão falada frase mais uma vez. “Era um propósito nosso fazer história no clube. E hoje conseguimos uma campanha sensacional e espero que a gente possa dar sequência”, disse.

De fato, Caranhato conseguiu escrever boa parte dessa história ao finalizar a fase inicial do Paranaense com 23 pontos ganhos, a melhor campanha do clube desde que ingressou na primeira divisão estadual.

Ele citou apenas a pontuação somada nos onze jogos que comandou a equipe. Esses números podem ser traduzidos de outra maneira. E histórica. Caranhato tem o melhor aproveitamento entre todos os técnicos que dirigiram o FC Cascavel em seis edições do Estadual. Com a vitória sobre o União, o treinador alcançou 69,6%. Ou seja, quase 70%. Em onze jogos, foram sete vitórias, dois empates e duas derrotas. Essa é uma estatística bem melhor que o profissional que lhe antecedeu no clube. Paulo Foiani ainda é o técnico que mais dirigiu o FC Cascavel na primeira divisão, já que atuou em duas edições do Paranaense (2015 e 2019). Ao todo, o treinador comandou o time em 25 partidas. Foram sete vitórias, sete empates e nove derrotas, um aproveitamento de 40%. Se levar em conta a campanha da segunda divisão de 2014, em que foi campeão, os números de Foiani melhoram um pouco. Ao todo, Paulo Foiani comandou o time profissional do FC Cascavel em 44 partidas.

Os números consolidados em 2020 com o FC Cascavel são tão bons que Caranhato fez questão de mencionar a campanha que ele mesmo teve com o Cianorte, em 2017. “Superou a campanha que tive na primeira fase com o Cianorte”, disse. Naquele ano, ele fechou a fase inicial do Estadual, que tinha o mesmo formato do atual, em terceiro lugar com 20 pontos. Em onze jogos, foram seis vitórias, dois empates e três derrotas. Caranhato chegou nas semifinais do Estadual e classificou o Leão do Vale para a Copa do Brasil de 2018. “Esse foi o propósito quando eu cheguei aqui no FC Cascavel, de fazer história no clube, deixar o nome marcado por uma campanha, por conquistas... Claro que a gente não conquista nada sozinho e não faz história sozinho. Tem todo um grupo de apoio, um corpo técnico, são os atletas que executam dentro de campo, tem a parte das estrutura física e a estrutura que a diretoria nos dá. Mas hoje a gente consegue ter números expressivos dentro do Paranaense. E eu tinha uma responsabilidade ainda maior quando cheguei aqui. Eu sou natural de Cascavel então a responsabilidade aumentou bastante. Hoje eu tenho convicção de que deixamos um legado bem bacana”, explicou ele.

Vitórias

A melhor campanha na história das participações do FC Cascavel no Estadual já estava consolidada antes mesmo do confronto contra o União. Mas ao fazer 3 a 2 no time de Francisco Beltrão e rebaixar o adversário, Caranhato conseguiu outra marca histórica: se igualou a Paulo Foiani como o treinador que mais obteve vitórias no clube. Os dois treinadores chegaram a sete vitórias. O detalhe é que Foiani conseguiu essa marca em dois Paranaenses (25 jogos). Já Caranhato alcançou essa marca apenas no Estadual desse ano (sete vitórias em onze jogos). Aliás, ele teve outro dado interessante ao conquistar cinco vitórias consecutivas: “foi a melhor sequência de vitórias nos últimos dez anos de Paranaense”, disse.

Títulos

A história de Marcelo Caranhato continua sendo escrita no FC Cascavel. Neste ano, ele será o primeiro treinador a dirigir o clube numa competição nacional. A Serpente Tricolor irá disputar a Série D do Campeonato Brasileiro. E quer algo mais: quer levar o time cascavelense à Copa do Brasil de 2021 por meio do Estadual. Para isso, basta passar pela próxima fase e alcançar as semifinais.

A campanha do Paranaense desse ano já rendeu ao FC Cascavel a vaga na Série D do ano que vem, independente do que ocorrer na competição desse ano.

Mas Caranhato já manifestou o desejo de conquistar o acesso para a Série C nacional ainda esse ano. E quem sabe conduzir o FC Cascavel aos títulos mais importantes da história do clube. “Conquistar mais objetivos no clube, conquistar mais metas, títulos, acessos... O meu propósito é esse: permanecer por mais tempo”, explicou.

Outros treinadores

Marcelo Caranhato é o sétimo treinador a comandar o FC Cascavel na elite do Estadual. Antes dele, Paulo Foiani dirigiu o time em duas edições inteiras do Paranaense e fez 25 jogos (aproveitamento de 40%). Em 2016, o clube iniciou o campeonato com Charles Gbeke no comando. Mas ele fez apenas três partidas com uma vitória e duas derrotas (aproveitamento de 33%). Ele foi substituído por Karmino Colombini, que concluiu aquela edição e iniciou os trabalhos no Estadual de 2017. Ao todo, Karmino fez 12 jogos, com três vitórias, quatro empates e cinco derrotas (aproveitamento de 36%). Quem assumiu o time na sequência do Estadual de 2017 foi Agenor Piccinin, que foi rebaixado com o União nesse ano. Ele comandou o time em nove jogos, com três vitórias, um empate e cinco derrotas (aproveitamento de 55%).

Em 2018, o FC Cascavel trouxe o técnico Milton do Ó, que teve uma passagem notável no Prudentópolis no ano anterior. Ele teve o mesmo desempenho de Piccinin (aproveitamento de 55%). Milton do Ó atuou em nove partidas com três vitórias, um empate e cinco derrotas. Ainda no Estadual de 2018, o FC Cascavel teve Gustavo Caiche, que dirigiu o time de maneira interina em dois jogos, com uma vitória e uma derrota (50%). O detalhe é que Gustavo livrou o time do rebaixamento na última rodada ao derrotar o Coritiba pela primeira vez na história por 2 a 1, no Olímpico.

Técnicos do FC Cascavel na elite

2015

Paulo Foiani  - 13 jogos

2016

Charles Gbeke  - 3 jogos

Karmino Colombini - 8 jogos

2017

Karmino Colombini - 4 jogos

Agenor Piccinin  - 9 jogos

2018

Milton do Ó - 9 jogos

Gustavo Caiche  -  2 jogos

2019

Paulo Foiani - 12 jogos

2020

Marcelo Caranhato - 11 jogos


Paulo Foiani foi o técnico do FC Cascavel em 2015 e 2019Paulo Foiani foi o técnico do FC Cascavel em 2015 e 2019 



Milton do Ó começou a campanha de 2018 no clubeMilton do Ó começou a campanha de 2018 no clube 



Agenor Piccinin fez 9 jogos em 2017Agenor Piccinin fez 9 jogos em 2017 



Karmino Colombini foi técnico nos Estaduais de 2016 e 2017Karmino Colombini foi técnico nos Estaduais de 2016 e 2017 



Relacionados

Esportes | 30-04-2020 19:25

A máscara vai fazer parte do uniforme de futebol

A máscara vai fazer parte do uniforme de futebol

Esportes | 20-03-2020 12:16

Atleta cascavelense que faz parte da Seleção Brasileira de Canoagem está em quarentena

Atleta cascavelense que faz parte da Seleção Brasileira de Canoagem está em quarentena

Esportes | 20-03-2020 12:12

E se o Ageu tivesse chegado um pouco antes...

E se o Ageu tivesse chegado um pouco antes...

Esportes | 15-03-2020 19:39

Definidos os confrontos das quartas de final do Paranaense

Definidos os confrontos das quartas de final do Paranaense

PUBLICIDADE