Meninas do vôlei de Cascavel com confiança renovada

Luciano Neves
Esportes | Publicado em 15/10/2019 às 09:35

Quis o destino que a volta do time de vôlei feminino de Cascavel à divisão A dos Jogos Abertos do Paraná (Jap’s) fosse em Toledo. A equipe hoje comandada pelo técnico Ladir Salvi estava fora da divisão especial. Mas enfrentou uma longa jornada neste ano. Teve que encarar as duras disputas da fase regional da divisão B dos Jap’s. E conseguiu o título. Com isso, garantiu a presença na fase final da divisão B, em Ivaiporã. Mais uma vez, as meninas triunfaram e voltaram para casa com a medalha de ouro. Essa conquista, inclusive, recolocou a equipe na divisão A, em Toledo. A propósito, a cidade recebeu a disputa dos Jap’s pela última vez em 2014. E naquele ano, a equipe cascavelense foi campeã. Aliás, a atual edição tem algumas gratas coincidências para as meninas de Ladir Salvi. Naquele ano, o caminho do ouro teve duelos difíceis contra São José dos Pinhais e Maringá. Neste ano, estas duas equipes serão adversárias na fase classificatória. A estreia de Cascavel será nesta terça (15), às 14 horas, contra São José dos Pinhais, no ginásio da Sadia. Na quarta (16), o confronto será contra Maringá, às 19h30, no mesmo local. Na campanha do título em 2014, Cascavel fez dois jogos contra São José dos Pinhais. As meninas foram derrotadas na primeira fase depois decidiram o título contra esse mesmo adversário. Antes, Cascavel derrotou Maringá nas semifinais.

Mas a história agora é outra e o técnico Ladir Salvi quer aproveitar o bom rendimento da equipe ao longo do ano para fazer uma boa estreia na 62ª edição dos Jap’s. “Muita ansiedade e angústia, mas com esperança. Neste ano de 2019, o voleibol feminino do Paraná está mais forte e mais equilibrado. Tenho certeza que todos os jogos em Toledo terão exibição de garra, técnica e força. A nossa equipe está bem, mas todas as equipes estão bem. Teremos uma competição muito equilibrada, mas estou certo que poderemos fazer um bom papel e representar bem Cascavel lá em Toledo”, disse. 

Ladir também comentou a formação do ‘grupo da morte’ na fase classificatória. Para faturar o ouro terá que desbancar favoritos ao título logo de cara. “O grupo da morte é São José dos Pinhais, Maringá e Cascavel. Vamos enfrentar duas equipes com tradição em disputas da Superliga B. Já teremos um jogo decisivo na estreia contra São José dos Pinhais. Decisivo para nós e decisivo para o nosso adversário. Quem perder pode ficar de fora da sequência da competição”, disse Ladir. 



Relacionados

Esportes | 09-11-2019 11:27

Ossos do ofício no handebol

Ossos do ofício no handebol

Esportes | 07-11-2019 16:21

Um vasto calendário no Taekwondo

Um vasto calendário no Taekwondo

Esportes | 31-10-2019 11:38

Atletas do Karatê de Cascavel se destacam no México

Atletas do Karatê de Cascavel se destacam no México

Esportes | 30-10-2019 09:48

A jovem aventureira da América

A jovem aventureira da América

PUBLICIDADE