O despertar da motovelocidade no Zilmar Beux

Luciano Neves
Esportes | Publicado em 23/07/2019 às 18:49

Tive o privilégio de dar uma passada no Autódromo Zilmar Beux no fim de semana e conferir de perto as emoções do Campeonato Paranaense de Motovelocidade e da Copa Paraná Sul de Motovelocidade. Uma imagem curiosa me chamou a atenção. Um garotinho, de mais ou menos três anos de idade, foi acomodado pelos pais sobre o tanque de uma moto de competição. É claro que ela estava parada no box, presa aos cavaletes que mantêm o equipamento de pé. E o garotinho estava amparado pelo pai, com toda a segurança. O detalhe é que ele parecia saber o que estava fazendo quando girava com força o acelerador da moto. O garotinho, no mínimo, brincou de piloto. Não há dúvidas que ele é pequeno demais para a prática da motovelocidade. Essa é uma brincadeira para os pilotos mais grandinhos...

Foto Luciano NevesFoto Luciano Neves 

Mas ao observar aquele garotinho conclui que a paixão pela velocidade em duas rodas vem de berço. É essa paixão que impulsiona os pilotos a dominarem suas motos e enfrentarem os riscos existentes neste esporte. Essa paixão pela motovelocidade foi multiplicada pelos entusiastas da modalidade e fez o Campeonato Paranaense de Motovelocidade despertar. A competição estava adormecida e ficou cinco anos sem ser realizada. Despertou na pista do Autódromo Zilmar Beux. Inclusive, o circuito cascavelense passa a ser o ‘berço’ da competição. As outras duas etapas do Estadual também serão realizadas em Cascavel. A próxima está marcada para os dias 14 e 15 de setembro.

Foto Luciano NevesFoto Luciano Neves 

Orlei Silva é um destes entusiastas da motovelocidade. Ele foi o criador da Copa Paraná Sul, que teve mais duas etapas no fim de semana. E agora, assumiu a responsabilidade de acolher a etapa de abertura do Campeonato Paranaense. Orlei deve ter deitado na cama para um merecido descanso depois de um fim de semana de trabalho árduo na organização das duas competições. Mas adormeceu tranquilo em virtude do sucesso da etapa. O sonho durante o sono deve ter sido um só: o desejo de que o Campeonato Paranaense de Motovelocidade tenha uma etapa ainda mais cheia, robusta e produtiva no mês de setembro. “O balanço é positivo. O Campeonato Paranaense estava há vários anos sem ser realizado. Tivemos pilotos novos chegando, os pilotos mais antigos voltaram para a competição para nos prestigiar. E agora vamos trabalhar para a próxima etapa, nos dias 14 e 15 de setembro, para que venham novos pilotos de outros estados para fortalecer o nosso motociclismo”, disse Orlei Silva, presidente do Automóvel Clube de Cascavel.

Quem garantiu a permanência do Campeonato Paranaense em Cascavel nas três etapas foi o presidente da Federação Paranaense de Motociclismo (FPM), Gilberto ‘Juba’ Rosa. “A gente reuniu pessoas ligadas ao motociclismo e resolvemos fazer essa temporada toda em Cascavel, até porque, a maioria dos pilotos está nessa região. Mas já temos um projeto para 2020 em que serão seis etapas. Isso aqui é só uma plantinha que a gente plantou e vamos conseguir colher bons frutos nessa modalidade”, disse o presidente.

No Estadual, o vencedor da categoria 250 a 500cc foi Felipe Gonçalves. Já na categoria 300 Light, a vitória foi de Maycon Benassi. Na categoria 600cc Pró, quem levou a melhor foi Pedro Valente. Na 1000cc Light, quem triunfou na pista cascavelense foi Luis Henrique. E na categoria 1000cc Pró, que pode ser considerada a categoria principal, a vitória foi de Sharbel El Hajjar.

Avanço

Orlei Silva, presidente do Automóvel Clube de Cascavel (ACC), aproveitou a etapa da Copa Paraná Sul de Motovelocidade e do Campeonato Paranaense de Motovelocidade para anunciar a vinda de categorias de expressão para Cascavel. O Autódromo Zilmar Beux vai receber, nos dias 5 e 6 de outubro, uma etapa da Copa Truck, uma etapa da Copa HB20 e uma etapa do Mercedes-Benz Challenge. A categoria dos caminhões esteve na pista cascavelense no ano passado. Porém, nesta temporada, a pista cascavelense não fazia parte do calendário da Truck. A prova do dia 06 de outubro estava prevista para Tarumã, no Rio Grande do Sul. Pelo que tudo indica, a pista gaúcha não tem condições de receber a etapa da Truck. Nesta terça (23), Stock Car tirou a etapa de Tarumã e a remanejou para o circuito de Vello Città. “Essa semana que passou fomos contemplados com a confirmação destas três categorias para Cascavel”, comemorou Orlei. Neste ano, Cascavel vai receber a Stock Car e a prova será no dia 20 de outubro.




Relacionados

Esportes | 16-08-2019 13:17

Cascavel Futsal enfrenta a Intelli de São Carlos pela Liga Nacional

Cascavel Futsal enfrenta a Intelli de São Carlos pela Liga Nacional

Esportes | 14-08-2019 12:36

Daniela Lionço faz um balanço do Pan de Lima

Daniela Lionço faz um balanço do Pan de Lima

Esportes | 14-08-2019 10:54

A debandada continua na Serpente Tricolor

A debandada continua na Serpente Tricolor

Esportes | 14-08-2019 08:15

Uma luta sadia nos tatames de Taekwondo

Uma luta sadia nos tatames de Taekwondo

PUBLICIDADE