O dourado futsal paranaense em ação

Luciano Neves
Esportes | Publicado em 13/03/2020 às 16:57

O Foz Cataratas é o atual dono da taça. Foto Nilton Rolin

Em inúmeras vezes, o técnico do Cascavel Futsal, Cassiano Klein, elogiou a competitividade do Campeonato Paranaense da Série Ouro. “É um dos campeonatos mais disputados do Brasil. Tem seis times de Liga Nacional e, mesmo os times que não disputam a Liga, fazem jogos muito duros”. A declaração de Klein é justificada pela presença de dois times que não disputaram a principal competição do futsal brasileiro em 2019 nas semifinais do Estadual. O gaúcho Cassiano Klein terá a sua segunda participação na Série Ouro à frente do Cascavel Futsal. E terá a missão de tirar a Serpente Tricolor da fila. Maior vencedor da Série Ouro com cinco títulos, o Cascavel Futsal venceu o Estadual pela última vez em 2012. O time decidiu o título pela última vez em 2014, quando perdeu para o Guarapuava. Nas últimas cinco edições, a melhor campanha do Cascavel Futsal ocorreu em 2017, quando foi semifinalista. Com Klein no comando no ano passado, o time caiu nas quartas de final ao ser superado pelo Marreco de Francisco Beltrão. 

A estreia do Cascavel Futsal na edição de 2020 será neste sábado (14), às 19h30, no ginásio da Neva, contra o Palmas. O jogo irá marcar o retorno da Serpente Tricolor ao ‘ninho’ genuíno.

Formato

Em 2020, o Campeonato Paranaense da Série Ouro teve uma mudança na fórmula de disputa. Na fase inicial, os 14 times se enfrentam entre si em turno único. Isso reduziu o número de partidas e beneficiou os seis times que também disputam a Liga Nacional. No ano passado, a fase inicial foi disputada em turno e returno. Com isso, a edição de 2019 teve 196 jogos. Já o campeonato de 2020 terá 133 partidas.

Doze times avançam na competição e os dois últimos serão rebaixados para a Série Prata. Os quatro primeiros colocados se classificam direto para a terceira fase, as quartas de final. Os outros oito classificados disputam a segunda fase, em jogos de mata-mata, e vão definir os outros quatro classificados para as quartas de final.

Outra mudança significativa foi o fim das disputas de pênaltis. Agora, os times que tiverem as melhores campanhas terão a vantagem de jogar pelo empate numa prorrogação em caso de dois resultados iguais nos playoffs (dois empates ou uma vitória para cada lado independente do placar). Quem somar quatro pontos (uma vitória e um empate) nos dois jogos segue adiante. Os times mais bem classificados terão a vantagem de fazer o jogo de volta do mata-mata em casa.

Cassiano Klein, técnico do Cascavel Futsal. Foto Luciano NevesCassiano Klein, técnico do Cascavel Futsal. Foto Luciano Neves

Times de Liga

O Cascavel Futsal tem cinco títulos do Campeonato Paranaense da Série Ouro. E irá disputar a Liga Nacional pela 11ª primeira vez este ano. O time deseja fazer uma campanha mais vistosa nessa competição. Mas a meta é recuperar o protagonismo no Estadual, por isso, Cassiano Klein terá um elenco ainda mais qualificado em relação a 2019, seu primeiro ano de clube. No entanto, a concorrência no Estado será grande com os outros cinco times de Liga Nacional.

O Foz Cataratas é o atual campeão estadual. Foto: Nilton RolinO Foz Cataratas é o atual campeão estadual. Foto: Nilton Rolin

A hegemonia no Paraná pertence ao Foz Cataratas, que venceu as duas últimas edições do Estadual. Em 2018, superou o Marreco na decisão por pênaltis. E em 2019 venceu os dois jogos decisivos contra o surpreendente Dois Vizinhos. Com isso, o Foz Cataratas recolocou a Terra das Cataratas no apogeu do futsal paranaense. No passado, o Foz Futsal levantou a taça em três ocasiões.

Quem promete força no Paraná é o Pato Futsal. O time foi campeão estadual em 2017. E depois disso conquistou a Liga Nacional em duas ocasiões (2018 e 2019). Aliás, é o único time do Paraná a faturar a Liga. O elenco campeão teve muitas alterações, mas o time do sudoeste fez altos investimentos e reformulou a equipe com reforços significativos. E manteve o técnico Sérgio Lacerda, que conduziu o Pato Futsal a todos os títulos mais importantes da história do clube.

No sudoeste, o Marreco perdeu o título de 2017 justamente para o Pato. Em 2018, mais um vice-campeonato, quando foi superado pelo Foz. Já no ano passado, o time caiu nas semifinais para o Dois Vizinhos depois de eliminar o Cascavel Futsal. O consolo para o Marreco foi o título da Liga Paraná. Porém, o elenco para esta temporada é um pouco mais enxuto. O técnico Serginho Bigode perdeu alguns de seus principais jogadores. Pedro Rei foi para o Carlos Barbosa. E o pivô Sinoê foi para o Campo Mourão. O novo time de Sinoê é mais um representante do Paraná na Liga Nacional. E quer lutar pelo inédito título do Estadual esse ano. Sinoê foi a principal contratação, mas o Campo Mourão investiu alto no elenco.

O sexto time do Paraná na Liga é o Umuarama, que está retornando ao protagonismo do passado. Dono de duas taças na década passada, chegou nas semifinais do Estadual de 2019. Isso graças ao técnico Nei Victor. E Nei será o técnico com o maior número de títulos estaduais em ação na Série Ouro de 2020. Ele levantou cinco taças com o Cascavel Futsal. Baiano ganhou seis títulos, mas irá dirigir o Guarapuava na Série Prata.

Nei Victor, técnico do Umuarama. Foto Luciano NevesNei Victor, técnico do Umuarama. Foto Luciano Neves

Outros times

Mais oito times estão na disputa da Série Ouro 2020. O tricampeão Marechal, que tinha o patrocínio da Copagril, encerrou as atividades do profissional. Mas o Marechal Futsal herdou a vaga e tentará manter a cidade de Marechal Cândido Rondon competitiva nas quadras. O oeste paranaense, além de Cascavel e Marechal, ainda conta com o Toledo.

O sudoeste não é apenas Pato e Marreco. A região terá a maioria dos times no Estadual: Dois Vizinhos, Ampére e o Chopinzinho, que veio da Série Prata, estão na disputa. O sul do Estado conta com o Palmas, time que estreia contra o Cascavel Futsal neste sábado (14). Duas equipes vão representar a outra extremidade do Paraná. O São José dos Pinhais, que já disputou a Série Ouro em 2019, e o Siqueira Campos, que representa o nordeste paranaense e que também veio da segunda divisão.

Os campeões

1995 – Clube Curitibano

1996 – Foz Futsal

1997 – Foz Futsal

1998 – São Miguel

1999 – São Miguel

2000 – São Miguel

2001 – Foz Futsal

2002 – São Miguel

2003 – Cascavel Futsal

2004 – Cascavel Futsal

2005 – Cascavel Futsal

2006 – Atlético Patobranquense

2007 – Umuarama

2008 – Umuarama

2009 - Marechal

2010 – Guarapuava

2011 – Cascavel Futsal

2012 – Cascavel Futsal

2013 – Marechal

2014 – Guarapuava

2015 – Guarapuava

2016 – Marechal

2017 – Pato Futsal

2018 – Foz Cataratas

2019 – Foz Cataratas

1ª rodada - Sábado, 14/03

Cascavel Futsal x Palmas - 19h30

Pato Futsal x Siqueira Campos   20h15

Foz Cataratas x Ampére    20h15

1ª rodada- Sábado, 14/03

Marechal x Chopinzinho   20h05

Marreco x Toledo     20h30

Dois Vizinhos x Umuarama          20h30



Relacionados

Esportes | 17-06-2020 17:40

O gol que Pelé não fez contra o Uruguai

O gol que Pelé não fez contra o Uruguai

Esportes | 16-06-2020 19:54

Especial 50 anos do tri: o ‘Furacão’ do Mundial de 70

Especial 50 anos do tri: o ‘Furacão’ do Mundial de 70

Esportes | 16-06-2020 19:45

O ‘quarteto fantástico’ da canoagem de Cascavel

O ‘quarteto fantástico’ da canoagem de Cascavel

Esportes | 14-06-2020 10:10

Especial 50 anos do tri: o encontro entre Zagallo e Didi

Especial 50 anos do tri: o encontro entre Zagallo e Didi

PUBLICIDADE