Serpente Tricolor no ‘ninho’ do Marreco

Luciano Neves
Esportes | Publicado em 17/07/2019 às 17:46

Há quem diga que é uma desvantagem fazer dois jogos consecutivos contra a mesma equipe num curto espaço de tempo. Por exemplo, as pequenas rusgas que ocorrem em quadra durante uma partida, que estão dentro de uma normalidade, certamente serão levadas para o jogo seguinte. O confronto entre Cascavel Futsal e Marreco, realizado no sábado passado, no ginásio da Associação Atlética Coopavel, não teve confusões de maiores proporções. Mas teve algumas ‘broncas’ entre os atletas. O detalhe é que quatro dias depois, os dois times voltam a se enfrentar. Desta vez, o jogo será no ginásio Arrudão, o ‘ninho’ do Marreco. O duelo desta quarta (17), às 20h30, também é por outra competição. No sábado passado, o jogo foi válido pela Liga Nacional. Hoje é uma partida da 17ª rodada do Estadual.

Quis saber do técnico Cassiano Klein justamente isso: se é vantagem ou desvantagem fazer dois jogos consecutivos contra uma mesma equipe num curto espaço de tempo. O treinador entende que é uma vantagem por ser mais fácil estudar o adversário. Mas ele pondera e entende que o adversário também tem uma visão mais aproximada do Cascavel Futsal. 

No confronto do sábado passado, pela Liga, as duas equipes empataram em 1 a 1. O Cascavel Futsal vai buscar o resultado positivo, em Francisco Beltrão. A Serpente Tricolor tem 33 pontos e se vencer reassume a liderança do Estadual. O retrospecto no ginásio Arrudão é que não ajuda muito. No ano passado, enfrentou o Marreco em três ocasiões neste local. O time sofreu uma derrota, teve um empate e conseguiu uma vitória, quando superou o Marreco por 3 a 2, pela Liga, há mais de um ano.

Maratona

Como atua em duas competições distintas, o Cascavel Futsal tem feito dois jogos por semana. No entanto, na avaliação dos atletas, o elenco não tem sofrido com a carga de jogos, mesmo com desfalques. O treinador é que segue com os mesmos desfalques. Adeirton retornou no jogo de sábado contra o Marreco, mas voltou a sentir a lesão e não deve atuar contra o Marreco. Ele se junta a Edimar e Murilo, que continuam de fora do time. Deivão não faz mais parte do elenco da Serpente Tricolor. Ele entrou em acordo com a diretoria, deixou o clube e agora vai jogar no futsal de Portugal.



Relacionados

Esportes | 16-01-2020 08:21

A primeira rodada do Campeonato Chácara Fardoski

A primeira rodada do Campeonato Chácara Fardoski

Esportes | 11-01-2020 09:26

Dez anos de Campeonato Chácara Fardoski

Dez anos de Campeonato Chácara Fardoski

Esportes | 08-01-2020 18:47

Toledo vence o CCR em amistoso

Toledo vence o CCR em amistoso

Esportes | 08-01-2020 12:22

Serpente Tricolor ‘poliglota’

Serpente Tricolor ‘poliglota’

PUBLICIDADE