Linha 4

fernando-brevilheri

Publicidade

CMTU ainda não definiu nova tarifa do transporte coletivo

Fernando Brevilheri

foto: Arquivo

A equipe técnica da CMTU ainda não definiu a nova tarifa do transporte coletivo de Londrina. A passagem do sistema integrado está em R$4.25. 

A TCGL – Transportes Coletivos Grande Londrina já protocolou pedido de reajuste e recomposição com base em custos do sistema, mas o índice não foi revelado.  

O principal componente na planilha de custos que compõe a tarifa é a folha de pagamento dos trabalhadores com cerca de 50%. Outros itens como combustível, pneus, depreciação também formam o conjunto para chegar ao valor da passagem. 

O presidente do Sinttrol – Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Rodoviário de Londrina João Batista da Silva informou que este ano a categoria não está pedindo aumento real, apenas a reposição com base no INPC- ìndice Nacional de Preços ao Consumidor que deve fechar em 4,8%. “Está difícil cumprir acordos passados. Os trabalhos não receberam o PPR (Programa de Participação em Resultados). 

Segundo João Batista, os trabalhadores estão conscientes da crise causada pela pandemia e assustados com o desemprego que assola o setor. De acordo com o Sinttrol, só este ano, mais de 700 trabalhadores perderam o emprego. 

O transporte coletivo em todo mundo vive uma fase de transição. O setor sofre com a concorrência dos serviços de transporte por aplicativos e em 2020 viu o número de passageiros cair mais de 70% cento, em função das medidas restritivas de circulação. 

No dia 12 de janeiro, Representantes de Patrões e Empregados se reúnem para discutir a pauta de reivindicações da categoria. 

A CMTU informou que a Londrisul ainda não oficializou o pedido. 

Os artigos dos blogs não representam a opinião do site. A responsabilidade é do autor do texto.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade