Padre é condenado a indenizar vereador

Fernando Brevilheri
Política | Publicado em 30/10/2018 às 18:42

foto: reprodução internet

A juíza Fernanda Korki Arrabal Garcia condenou o padre de esquerda Cristiano Bento dos Santos a indenizar em R$2.000,00 por danos morais o vereador e deputado federal eleito Filipe Barros do PSL.

O padre concedeu uma entrevista criticando o vereador por ter chamado sindicalistas de vagabundos durante um protesto em Londrina. A declaração do religioso foi em outubro de 2017. Cristiano teria atribuído a Filipe Barros termos como racista e homofóbico.

A decisão é do dia 22 deste mês. O processo tramitou no 6º juizado especial cível de Londrina.

Cristiano Bento é padre na paróquia do Jardim União da Vitória – zona sul de Londrina.

Em sua defesa, argumentou nos autos que apenas agiu em defesa das classes que foram alvo de xingamentos e agressões despropositadas do parlamentar.

O blog não conseguiu falar com o Padre para comentar a decisão.



Relacionados

Política | 08-02-2020 16:50

Delegado é pré-candidato a prefeito de Londrina mas está sem partido

Delegado é pré-candidato a prefeito de Londrina mas está sem partido

Política | 07-02-2020 15:10

Campanha pressiona governadores a baixarem ICMS nos combustíveis

Campanha pressiona governadores a baixarem ICMS nos combustíveis

Política | 06-02-2020 11:05

Justiça absolve Barbosa Neto e ex-secretários

Justiça absolve Barbosa Neto e ex-secretários

Política | 04-01-2020 08:51

Horas extras da GM

Horas extras da GM

PUBLICIDADE