Semana será de comércio fechado no Paraná

Fernando Brevilheri
Política | Publicado em 28/03/2020 às 17:02

Arquivo/N.COM

A próxima semana será decisiva para delinear decisões de prefeitos sobre os rumos que as cidades Paranaenses devem tomar. Em princípio, numa pesquisa que o blog fez em sites,portais e redes sociais de associações de municípios do Paraná e Associações comerciais e empresariais do Estado, a tendência é muito semelhante.

As entidades do setor produtivo entregaram aos prefeitos cartas com pedidos de volta gradativa do comércio e da indústria. Algumas instituições defendem a volta responsável e suscitam o isolamento vertical ou quarentena apenas para idosos e grupos de risco.

Essas entidades são lideradas pelas associações comerciais que estão vendo a quebradeira generalizada já provocada pelos efeitos da COVID-19. No entanto, ainda que as cartas estejam recheadas de compromissos reforçando os cuidados de distanciamento, muitos prefeitos só vão ceder se receberem orientações de comitês técnicos e do próprio Ministério da Saúde.

Em Londrina, por exemplo, será mais uma semana de comércio fechado, porém as atenções estarão nas reuniões do prefeito Marcelo Belinati com essas comissões.

Marcelo, que é médico, adotou a estratégia de preparação para uma guerra. A lógica do prefeito da maior cidade do interior do Paraná, é um risco abrir o comércio e colocar a estrutura de saúde sob risco de colapso. Marcelo Belinati tem embasado seu discurso em experiências de países como Itália e Espanha que demoraram para tomar medidas de quarentena e registraram média de 700 mortes por dia cada uma.

É importante lembrar que o ápice da pandemia no Brasil será entre final de abril e inicio de maio. E Marcelo já deixou claro em diversas entrevistas e pronunciamentos que sua decisão será conforme orientação do comitê.

Se for para errar que seja por excesso. Marcelo Belinati assumiu a linha de que a vida é prioridade em detrimento dos prejuízos. Também está ciente dos graves danos que a paradeira provoca na economia e já publicou em redes sociais uma carta dizendo que fechar o comércio foi uma das decisões mais difíceis da vida dele.

Esta semana a TCGL decidiu suspender contrato de trabalho de 150 colaboradores por conta da redução na demanda do transporte coletivo. Mas a suspensão foi barrada pela justiça .



Relacionados

Política | 23-05-2020 12:07

Justiça suspende direito de dirigir de suspeito de coronavírus durante isolamento

Justiça suspende direito de dirigir de suspeito de coronavírus durante isolamento

Política | 22-05-2020 09:19

Projeto que autoriza empréstimo de R$30 mi para Sercomtel é retirado de pauta

Projeto que autoriza empréstimo de R$30 mi para Sercomtel é retirado de pauta

Política | 21-05-2020 10:04

Enfermeiro suspeito de estar com Covid-19 participa de festa em Wenceslau Braz

Enfermeiro suspeito de estar com Covid-19 participa de festa em Wenceslau Braz

Política | 20-05-2020 12:01

Vereador vai reapresentar projeto que doa 30% dos salários

Vereador vai reapresentar projeto que doa 30% dos salários

PUBLICIDADE