Sinttrol vai à justiça pedir reintegração de cobradores

Fernando Brevilheri
Política | Publicado em 30/07/2019 às 17:08

Cerca de 30 cobradores demitidos pela TCGL procuraram o sindicato para pedir à justiça a suspensão das demissões e reintegração. Os trabalhadores informaram na reunião desta tarde que o número de baixas pode chegar a 100. De acordo com o Sinttrol, TCGL tem 264.

Os cobradores declararam que alguns foram avisados da demissão por telefone e ficaram chocados. O sinttrol vai pedir esclarecimentos ao poder concedente sobre a relação jurídica CMTU/Empresa. A entidade que representa a categoria diz que há uma estabilidade, prevista em acordo coletivo, até o final do contrato e caso as demissões não sejam revertidas, que os trabalhadores sejam indenizados.

As demissões fazem parte de um processo de ajuste da empresa porque a TCGL não participa da licitação do transporte coletivo promovida pela CMTU- Companhia municipal de Trânsito e urbanização. Pelo edital o sistema foi dividido em dois lotes.

A Londrisul – que já opera em Londrina, foi habilitada para explorar o lote 2, que representa 35% das linhas. Na abertura das propostas na semana passada, nenhuma empresa se interessou em participar do lote 1.

A CMTU deve anunciar nos próximos dias mudanças para publicar um novo edital para o lote 1 que contempla 65% das linhas. A TCGL alega que não participou porque a tarifa máxima estabelecida pelo edital de R$4,25 não cobre os custos operacionais.

Colaboração e foto : Heloisa Pedrosa/ Tv Tarobá 



Relacionados

Política | 18-02-2020 09:09

PODEMOS tem pelo menos dois pré-candidatos a prefeito

PODEMOS tem pelo menos dois pré-candidatos a prefeito

Política | 17-02-2020 09:08

Vice-prefeito e secretários de Marcelo Belinati devem deixar o MDB

Vice-prefeito e secretários de Marcelo Belinati devem deixar o MDB

Política | 11-02-2020 16:14

Eleições 2020: tem novo nome para prefeitura de Londrina

Eleições 2020: tem novo nome para prefeitura de Londrina

Política | 08-02-2020 16:50

Delegado é pré-candidato a prefeito de Londrina mas está sem partido

Delegado é pré-candidato a prefeito de Londrina mas está sem partido

PUBLICIDADE