Sonho pré-eleitoral

Fernando Brevilheri
Política | Publicado em 05/10/2018 às 16:06

Imagem: arquivo/TV Tarobá

Esta noite um pensamento sórdido rondou minha mente. Sonhei que um candidato nestas eleições orquestrou uma invasão a uma área pública. No sonho, centenas de famílias sem teto chegavam carregando malas com roupas. O líder empunhava um caderno onde anotava nomes e delimitava lotes.

Chegavam também utilitários, e caminhonetas com lonas, tijolos e materiais para iniciar a construção de barracos. A liderança fazia cara feia, não aceitava questionamentos de repórteres que correram para o lugar. Alguns mal encarados ameaçavam fotógrafos e cinegrafistas que tentavam registrar imagens.

Depois de muita conversa um jornalista conseguiu tirar de um dos sem teto a informação.

Como souberam que este terreno estava livre? Perguntou o repórter meio que displicente.

- Fiquei sabendo pelo Zap Zap, respondeu Isabel que relutou em passar o número do celular.  Disse que tava no mercadinho e tinha “muita gente comentando“.

Seo Marcilio, diz que morava no Violin e estava com aluguel atrasado havia três meses. O dono do imóvel ameaça despejo. Desemprego a solução foi aderir ao movimento. Da mochila velha, sacou o pito de palha e educadamente saiu cabisbaixo demonstrando certo constrangimento pelo ato supostamente ilegal.

E assim o movimento crescia até que chega uma viatura da polícia militar. A RPA fez uma ronda mas não esboçou qualquer ação para evitar a ocupação. Em poucas horas centenas de barracos estavam em pé. E não parava mais de chegar gente. Só não se via no local uma autoridade que pudesse cessar o processo e mandar cada um de volta pra casa. Aliás isso não acontece mesmo nem em sonho.



Relacionados

Política | 03-07-2020 14:49

Decreto de Ratinho Jr fecha até cidades sem coronavírus

Decreto de Ratinho Jr fecha até cidades sem coronavírus

Política | 02-07-2020 10:12

Decisão sobre academias reforça tese de Marcelo Belinati

Decisão sobre academias reforça tese de Marcelo Belinati

Política | 01-07-2020 09:49

E agora, Marcelo Belinati?

E agora, Marcelo Belinati?

Política | 30-06-2020 11:10

Londrina demitiu 4.175 trabalhadores em maio

Londrina demitiu 4.175 trabalhadores em maio