"Mais um elo foi colocado na extensa corrente de atos do Lula"

Paulo Martins
Política | Publicado em 13/12/2019 às 13:45

Nesta semana mais um elo foi colocado na extensa corrente de atos nebulosos praticados pelo vocacionado ao crime Luiz Inácio Lula da Silva. E esse elo foi lapidado por novas e contundentes provas que escancararam de forma irrefutável sua íntima ligação com a trapaça do sítio – que insistia em afirmar que não lhe pertencia, mesmo tendo passado lá cento e onze fins de semana em companhia da esposa marisa letícia – assim como o luxuoso tríplex e, essas novas provas de agora alcançaram também não apenas seu filho, conhecido como lulinha, como os irmãos desse.

E além disso, também ficou provado que rolou muito dinheiro entre esses rapazes e a oi, companhia de telefonia que montou uma sociedade com eles para usufruir – e como usufruiu - de notáveis vantagens que foram lapidadas de forma ilícita a bordo de um instrumento de exclusiva competência e uso do presidente da república: “uma medida provisória”, um arremedo de lei que possibilitou aos corruptores sócios dos rebentos, negócios altamente lucrativos, embora despudorados. chega a ser lúgubre pensar que, além de tudo o que se conhece das ações do chefe da maior gang de assaltos aos cofres públicos que até hoje se teve notícias, sua sordidez o estimulasse até mesmo a desonrar um protocolo oficial que o cargo lhe confiava, cobrindo-o com a mesma lama na qual habituou-se a chafurdar.

E sabem por que apesar de seus atos impuros um criminoso como ele ainda exalta-se em notoriedade popular e se mantem pregando tolices, asneiras, disparates, leviandades e falsidades??? pelo fato de encontrar guarida, cobertura, divulgação e marketing em certos órgãos de imprensa que, através do criminoso quando autoridade, dele muito se alimentaram no passado, além de com ele se identificar em forma de caráter. assim é que, com mais essas revelações, restou à sociedade, como vantagem, o fato de ela saber que não conseguiram, apesar de todo festival de baixarias e traiçoeiras manobras, acabar com a lava jato, uma espécie de tribunal que se identifica não apenas com a justiça – com a séria justiça – mas um tribunal de investigações e denúncias – que nos dá a sensação de estar aqui...dentro de cada um de nós.



Relacionados

Política | 29-11-2019 13:00

'Brasil está tão acessível e estimulante à exploração da sociedade'

'Brasil está tão acessível e estimulante à exploração da sociedade'

Política | 22-11-2019 13:00

'O que temos agora, é como um ajuntamento anarquista'

'O que temos agora, é como um ajuntamento anarquista'

Política | 15-11-2019 12:52

'Partidos e candidatos já deveriam estar revelando o que pretendem'

'Partidos e candidatos já deveriam estar revelando o que pretendem'

Política | 08-11-2019 12:55

'Quem protege o criminoso é porque é a favor do crime'

'Quem protege o criminoso é porque é a favor do crime'