Rampas de acesso sem sinalização e outras que não levam a lugar algum

Paulo Martins
Política | Publicado em 22/04/2019 às 12:45

A palavra “bisonho” vem do Italiano e, Espanhóis em viagens pela Itália, não conhecendo o idioma, usavam o termo como “eu preciso”, que juntavam ao nome de algum alimento que pretendiam. 

E dali, a expressão foi para Portugal, mas lá foi cultivada com outro sentido, lá passou a significar “inábil, tosco, perdido, errado”.  Quem diria que em um dia do século vinte e um passaria, no Brasil, a ajustar-se como uma luva a um sistema de trânsito, de uma cidade do oeste do Paraná.

Para identifica-lo como “bisonho, errado, tosco”, além de desastroso e outros mais adjetivos lastimáveis, mas verdadeiros e, esse trânsito não é outro se não o de Cascavel, entregue a um partido político para ser administrado, o PSC, que revela-se, para azar nosso, também “bisonho” em sua essência e assim permanecerá, infelizmente, até que mudanças eleitorais venham acontecer.



Relacionados

Política | 12-08-2019 13:17

“Os senhores não tem mais nada o que fazer, não” ???

“Os senhores não tem mais nada o que fazer, não” ???

Política | 09-08-2019 13:13

'R$ 20 bilhões é o lucro dos quatro maiores bancos em três meses'

'R$ 20 bilhões é o lucro dos quatro maiores bancos em três meses'

Política | 08-08-2019 12:51

Um dia depois: como está o colégio em que diretora foi agredida

Um dia depois: como está o colégio em que diretora foi agredida

Política | 07-08-2019 13:03

Aneel determina que alguns orelhões sejam mantidos funcionando

Aneel determina que alguns orelhões sejam mantidos funcionando