Secretária de Educação diz que não tem prazo para mais zeladoras em escolas

Paulo Martins
Política | Publicado em 14/08/2019 às 12:54

Uma mãe de um aluno da Escola Municipal Emília Galafassi, também enviou mensagem, falando sobre a falta de zeladores na instituição de ensino. Em conversa com a Secretaria Marcia Baldini, fomos informados de que este problema crônico, que afeta mesmo várias escolas e, pior ainda deve demorar para ser solucionado.

Comentário de Paulo Martins:

No mês passado foi enviado expediente ao setor de “planejamento”...mês passado foi julho - meio do ano. Neste mês de agosto vai-se providenciar solução para outras escolas que não sejam os Cmeis que, segundo também se informou, são os setores que estão atendidos. Outras soluções são aguardadas “em outubro”, segundo também foi dito aí”... "outubro” !!!!

Ou seja, no finalzinho do ano letivo...no finalzinho do período, estando justificada a razão dos pais em torno das constantes reclamações ao longo do ano que apontaram para a falta de higiene envolvendo as crianças, devido a falta de zeladoras. E isso que empresa foi contratada recebendo mais de seis milhões de reais – como foi dito - para pagar zeladoras nessas Escolas Municipais. Ah...e a propósito...também foi usada aí a palavra “planejamento”...diante do quadro, totalmente inadequada!! Mas, não ligue, não...devem ter tentando dizer: “abracadabra”...aquela que se usa nas mágicas...mas, como não funcionou, disseram “planejamento”.



Relacionados

Política | 06-09-2019 13:06

'Se isso continuar assim, Jair Bolsonaro não vai conseguir governar'

'Se isso continuar assim, Jair Bolsonaro não vai conseguir governar'

Política | 05-09-2019 13:02

Prefeitura monitora veículos que passam pelo pedágio e arrecadação aumenta

Prefeitura monitora veículos que passam pelo pedágio e arrecadação aumenta

Política | 04-09-2019 13:20

As leis tolas e inúteis debilitam as necessárias

As leis tolas e inúteis debilitam as necessárias

Política | 03-09-2019 12:48

Capivaras atacadas no Lago Municipal tem chamado a atenção

Capivaras atacadas no Lago Municipal tem chamado a atenção

PUBLICIDADE