Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

ZR-3:PTB espera “oficialização” de denúncia contra Rony Alves

31/01/18 às 09:00 - Escrito por Fernando Brevilheri

Não bastou a enxurrada de notícias em rádios, TVs, Jornais e mais a repercussão nas redes sociais sobre o envolvimento do vereador Rony Alves como um dos principais suspeitos de corrupção na operação ZR-3.  O PTB vai esperar receber ‘oficialmente” a denúncia contra o professor Rony para tomar as medidas cabíveis no âmbito do partido.

A operação foi desencadeada pelo GAECO na quarta feira, e a justiça determinou que Rony colocasse tornozeleira eletrônica assim como outros 10 envolvidos inclusive o presidente afastado Mario Takahashi do PV. O grupo de atuação especial e combate ao crime organizado pediu a prisão dos envolvidos, mas a justiça optou pelo monitoramento eletrônico. Rony e Takahashi foram afastados de suas funções.

O partido pode aplicar sanções leves ou mesmo abrir processo que culminaria na expulsão do parlamentar da legenda. A presidente do PTB em Londrina é a secretária de assistência social de Marcelo Belinati, Nádia Moura, indicada pelo Deputado Federal Alex Canziani.

Nadia declarou ao blog que ficou surpresa e está perplexa com a situação envolvendo Rony Alves mas ainda não há nada na executiva municipal. A exemplo do que ocorre nas esferas federal e estaduais da política partidária, a maioria dos partidos se encolhe diante de denúncias contra seus filiados, principalmente os que têm mandato. É nítido o desconforto de certos líderes ao comentar o assunto.

Poderia sim o PTB não esperar, e sim requerer junto ao GAECO a denúncia OFICIAL contra o professor Rony. A produção do jornal Tarobá apurou que Rony pediu afastamento de um colégio particular onde dá aula.

A defesa de Rony informou que não há nada que o incrimine e que nos diálogos nos autos não existem elementos que comprovem pedido de vantagem indevida como sustenta o Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado.

No caso do vereador Mário Takahashi, que era o presidente do PV, ainda não recebemos comunicado oficial da legenda sobre o caso.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá