Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Ministra enfatiza a importância da Justiça Eleitoral para democracia

15/06/24 às 12:11 - Escrito por TSE
siga o Tarobá News no Google News!

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia, participou, na manhã desta sexta-feira (14,) da posse de juízas e juízes eleitorais no Rio de Janeiro. Na ocasião, a presidente destacou a importância da Justiça Eleitoral para assegurar a democracia. “A democracia é um direito fundamental, e é a Justiça Eleitoral que garante o direito de o eleitor votar, esse momento democrático e soberano. Por isso, hoje, vocês assumem com o Brasil um compromisso ainda maior do que aquele que assumiram quando tomaram posse como juízes", afirmou a ministra.


O evento ocorreu no plenário do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ). A cerimônia, comandada pelo presidente da corte fluminense, desembargador Henrique Carlos Figueira, empossou 38 juízas e juízes. A presidente do TSE declarou a confiança nas trabalhadoras e nos trabalhadores da Justiça Eleitoral. “Temos um quadro de servidoras e servidores qualificado, indispensáveis para o sucesso das eleições”, enalteceu Cármen Lúcia. 


Compareceram à cerimônia o vice-presidente e corregedor regional eleitoral, desembargador Peterson Barroso Simão; a secretária-geral da Presidência do TSE, desembargadora Andréa Pachá; o juiz auxiliar da Presidência do TRE-RJ, Bruno Monteiro Rulière; o primeiro vice-presidente do Instituto dos Magistrados do Brasil (IMB), desembargador Roberto Guimarães; e os desembargadores eleitorais Bruno Bodart, Daniela Bandeira de Freitas, Fernando Marques Cabral Filho e Kátia Valverde Junqueira.

Leia mais:

Imagem de destaque
CRESCIMENTO

Paraná chega a 8,65 milhões de eleitoras e eleitores em 2024

Imagem de destaque
NORTE PIONEIRO

MP recomenda e prefeito de Bandeirantes suspende lançamento de pré-candidatura

Imagem de destaque
ATÉ AGOSTO

Confira o passo a passo para registrar uma candidatura na Justiça Eleitoral

Imagem de destaque
'NO CAMINHO DA PAZ'

Filtro da campanha das eleições 2024 está disponível no Facebook



CCJE


Antes da solenidade de posse, a ministra Cármen Lúcia visitou o Centro Cultural da Justiça Eleitoral (CCJE), acompanhada pelo desembargador Henrique Figueira. Também estiveram presentes a desembargadora Andréa Pachá, o diretor-geral do Supremo Tribunal Federal (STF), Eduardo Toledo, a historiadora e professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Heloisa Starling e outros acadêmicos do departamento de História da instituição, assim como o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, coronel Leandro Monteiro.


O CCJE funciona na antiga sede do TSE no Rio de Janeiro, no número 42 da rua 1º de Março, em um edifício que integra o conjunto arquitetônico e urbanístico da Praça XV de Novembro. Tombado pelo governo federal em 1990, o prédio foi inaugurado em 1896 para sediar o Banco do Brasil. O banco jamais chegou a ocupá-lo, e o prédio, desde então, já foi sede do STF, do próprio TSE e do TRE-RJ.


Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá