Linha 4

Publicidade

Conheça formas de atenuar o calor do ambiente durante o verão

Redação Tarobá News

A primavera está chegando ao fim e com isso a estação mais quente do ano se aproxima: o verão. A partir do dia 21 de dezembro de 2020 se inicia a temporada cujas temperaturas ficam mais altas. Algumas cidades do Brasil, por exemplo, chegam a marcar mais de 40ºC durante o dia. E com o isolamento social por conta da pandemia da COVID-19, muitas pessoas a visita de refresco à praia pode ser um mau negócio.

Pensando em como ajudar as pessoas a tornar suas casas mais arejadas e frescas, a Profa. Suzana Fetter Fagundes, coordenadora do curso de arquitetura e urbanismo do Centro Universitário Cesuca — instituição que integra a Cruzeiro do Sul Educacional — preparou algumas dicas simples para amenizar o calor dos ambientes.

Os locais que geram maior acréscimo de temperatura ocorrem, na maior parte das vezes, em superfícies expostas diretamente ao sol, como telhados, paredes e janelas. A professora diz que para minimizar essa aquisição de calor por meio do teto existem algumas soluções como telhas com proteção térmica e mantas de isolamento que podem ser instaladas sob o telhado, além disso o uso de cores claras nas paredes, que atraem menos calor. Nas áreas internas, vale apostar no uso de vegetação como plantas , que contribuem para refrescar o ambiente.

Outra dica, segundo a Professora Suzana, é relacionada às janelas da casa. “A dica é fechá-las nos momentos mais quentes do dia e abri-las em horários em que o sol está mais baixo/fraco. A ventilação é um dos melhores recursos para reduzir a sensação de quentura e o arejo natural pode ser promovido por janelas ou portas de lados opostos da casa”, explica. Ainda que não mude a temperatura do local em si, de acordo com a especialista a ventilação traz uma sensação de suavização do calor.

Além dessas orientações, ela indica outro ponto importante no combate às altas temperaturas: reduzir as cargas internas geradoras de calor como equipamentos eletrônicos e lâmpadas. “Se possível, use lâmpadas de LED, já que as incandescentes geram muito calor. Com essas dicas, além de tornar o ambiente mais fresco, é possível ainda economizar um pouco no consumo de energia”, ressalta.

Para mais dicas ou entrevistas com a Profª Suzana Fetter Fagundes, entre em contato conosco. A especialista está disponível para essa e outras pautas sobre Arquitetura e Urbanismo.

Assessoria 


COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade