Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Daniella D’Andrea apresenta A Arte de Governar a Si Mesmo nesta terça

08/08/22 às 19:40 - Escrito por Redação Tarobá News

A atriz e narradora de Niterói, Rio de Janeiro, Daniella D’Andrea, é a protagonista do solo A Arte de Governar a Si Mesmo. O espetáculo será apresentado nesta terça-feira (9 de agosto), na Casa de Cultura da UEL – Divisão de Artes Cênicas (Avenida Celso Garcia Cid, 205, Centro), às 19h30, dentro da programação aberta do 11º ECOH (Encontro de Contadores de Histórias de Londrina).


Daniella atua há mais de 20 anos nas áreas de educação, arte e cultura. Professora de artes da rede pública, dubladora e manipuladora de bonecos, coordenadora de projetos sociais destinados a jovens de comunidades  carentes, ela tem grande paixão pela narrativa oral.


Para a artista, contar histórias é um poderoso processo de aprendizagem.  “A todo momento, quando nós contamos uma história, estamos fazendo pontes entre o que é particular, da nossa experiência pessoal, e o que é universal, da experiência humana. O mesmo acontece com o público. Eu acho que isso é apaixonante. É um processo de aprendizagem que não acaba nunca e onde ensinar e aprender é uma via horizontal e também vertical.”


A Arte de Governar a Si Mesmo foi construída a partir de um conto da tradição oral árabe, sobre um príncipe temperamental e desinteressado, criado por uma rainha viúva e colocado sob a observação de um ancião. A proposta é estimular a reflexão e buscar compreender melhor o que é um bom governo.


Daniella conta que o trabalho se propõe a fazer alguns questionamentos importantes para todos nós, seja como indivíduos ou sociedade. “O que é governar a mim mesmo com sabedoria, harmonia e amor? O que é uma boa governança ou qual é o processo de aprendizagem para se chegar à  uma noção de governo que seja sábia, que seja harmônica, que seja positiva de alguma forma?”


O reencontro do ECOH com as crianças

As crianças cantaram e dançaram no último sábado (6 de agosto) com o grupo Canastra Real da Bahia, na abertura do ECOH, em clima de carnaval, no Aterro do Lago Igapó.


Nesta segunda-feira (8 de agosto) começaram as apresentações em creches e escolas da rede municipal de educação. O Centro de Educação Infantil Laura Vergínia de Carvalho Ribeiro, no Jardim Sabará III, Zona Oeste da cidade, recebeu a narradora Dani Fioruci de Londrina. Em Já ouviu, mas não foi comigo! a narradora dá nova vida à história de João e Maria, escrita pelos Irmãos Grimm.


A creche atende 220 crianças, entre 4 meses e 5 anos de idade, cerca de 130 acompanharam a apresentação. Segundo a diretora Mirna de Cássia Guilherme Gentile a atividade despertou o interesse de todos. “A Dani Fioruci é incrível, tem muita experiência e até os mais pequeninos prestaram atenção, se mantiveram concentrados. Nós damos muita importância à contação de histórias, sabemos que traz muitos benefícios para as crianças, desde a própria capacidade de concentração até o interesse pela leitura, além de ser uma experiência lúdica, divertida, essencial.”


Na Escola Municipal Maestro Andrea Nuzzi, no Jardim Igapó, na Zona Sul, onde estudam 165 alunos com idades entre 6 e 11 anos, a Cia Andanças das Histórias, apresentou As histórias com gente, bichos e o balanço do forró, com Diego Loman e Thainara Pereira.


A coordenadora pedagógica, Louana Sesy Rodrigues informou que as apresentações do ECOH contribuem inclusive para o desenvolvimento de outras atividades pedagógicas. “Uma delas é o projeto que vamos desenvolver para que cada criança escreva a sua própria história e faça o exercício de contá-la para os outros. Ter contato com os narradores, ver como se apresentam, ajuda bastante.”


No total, até o dia 19 de agosto, serão realizadas 26 apresentações exclusivas para as crianças atendidas pela rede municipal de ensino.  Na terça-feira (9 de agosto), os alunos do CESOMAR (Centro Social Marista Irmão Justino), no Conjunto João Paz, na Zona Norte, vão ver a apresentação Histórias da Ancestralidade – Preta do Leite, Contando e Cantando Ancestralidades da Cultura Ioruba, com a atriz e narradora Edna Aguiar de Londrina.


Também nesta terça, as crianças atendidas no Centro de Educação Infantil Santo Antônio, no Jardim Guanabara, vão receber a Cia Fio da Meada, de Londrina, com o espetáculo As três maravilhas.


Serviço – 11º ECOH – Encontro de Contadores de Histórias de Londrina

Apresentações gratuitas de 6 a 19 de agosto

*Retirar ingressos para o Teatro AML e Casa de Cultura da UEL no local, a partir de 1 horas antes do espetáculo.

Atividades formativas de 20 de agosto a 10 de setembro

Os ingressos para acompanhar as atividades formativas online estão disponíveis na plataforma de eventos sympla.com.br . Para encontrar, basta digitar “ECOH” na aba de busca.

Para as oficinas de Gloria Kirinus e de Letícia Liesenfeld a taxa é de R$ 30.

As demais são gratuitas.

Programação completa:  ecoh.art.br.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá