Linha 4

Publicidade

Grupo de Londrina leva histórias para sala de aula de 11 cidades do Estado

Redação Tarobá News

Foto: Pixabay

Professores das redes municipais terão acesso a oficinas e material pedagógico de apoio do projeto Circulação do ECOH (Encontro de Contadores de Histórias) específicos para a educação. Onze prefeituras firmaram parceria com o projeto, por meio de carta convite, com o objetivo de receber conteúdos que auxiliem os educadores a trabalharem as histórias em sala de aula. São elas: Astorga, Bela Vista do Paraíso, Ibiporã, Imbaú, Prado Ferreira, São Sebastião da Amoreira, Uraí, Ortigueira, Pitangueiras, Jaguapitã e Cornélio Procópio.

Serão disponibilizadas quatro oficinas “Histórias das histórias”, em modo virtual, dias 14/09, 16/09, 20/09. 23/09, com duração de 2h30, cada uma. Já é sabido que as histórias são fontes maravilhosas de experiências, meios preciosos de ampliar o horizonte das pessoas e aumentar o conhecimento sobre o mundo e sobre si mesmo. Nas histórias, a humanidade reconhece a si mesma, reconhecendo seus temores, seus valores, seus desejos, vontades, ideias, amores, sentimentos.

“Esta oficina pretende mostrar na prática como podemos despertar histórias das histórias, valorizar as situações lúdicas de aprendizagem, potencializar o desenvolvimento da oralidade e, consequentemente, da escrita e dos processos de percepção e compreensão. Também queremos ampliar o sentido de como olhamos os contos, mergulhar no contexto, construir interações e brincadeiras, com um olhar para o processo autônomo e criativo do educando”, explica a produtora do ECOH e ministrante das oficinas, Daniella Fioruci.

Material pedagógico
Além das oficinas, cada prefeitura vai receber material pedagógico de apoio em PDF que será encaminhado para ser utilizado pela coordenação pedagógica das escolas. Estas ações fazem parte do ECOH Pedagógico, que integra o projeto Circulação do ECOH.

“Com elas, queremos garantir um espaço que se possa instigar, refletir e despertar situações lúdicas de aprendizagem sobre o conto, a história ouvida/ vista, ajudando na implementação de ações que aprofundem o sentido da narração no espaço escolar”, afirma a produtora do ECOH e professora da Educação Infantil, Gracieli Maccari.

(Com assessoria)

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.