Música

Música

Festival de Dança: espetáculo convida público a utilizar app e controlar bailarinos


O Projeto Mov_oLA, dirigido pelo coreógrafo e videomaker Alex Soares, traz ao Festival de Dança de Londrina o espetáculo “Devolve 2 horas da minha vida”, que será apresentado nesta quarta (11), às 20h30, no Teatro Ouro Verde. Com este trabalho, Soares continua uma pesquisa para integrar a dança a outros formatos, sobretudo o audiovisual e o digital. A fórmula deu tão certo que a montagem recebeu importantes prêmios desde sua estreia, como o APCA 2016 de Melhor Espetáculo em Dança e o Prêmio Governador do Estado 2017.

O grupo propõe uma releitura do clássico Janela Indiscreta (1954), de Alfred Hitchcock (1899-1980), transposta para os dias atuais e, a partir dessa ideia, questiona e convida o público a usar seu celular durante a apresentação por meio de um aplicativo especialmente criado para o projeto - o Mov_oLApp, que deve ser baixado antecipadamente e gratuitamente em lojas virtuais, como o Google Play.

Contemplado pela 18ª edição do Programa Municipal de Fomento à Dança, “Devolve 2 horas da minha vida” está dividido em três atos com pausas para selfies e usa o aplicativo para interferir nas cenas. "A proposta do aplicativo é que, durante o espetáculo, o público interaja virtualmente com o que acontece no palco. A pesquisa para seu desenvolvimento foi feita em conjunto com a pesquisa da coreografia para que pudessem ampliar as possibilidades na fusão de um aplicativo digital com uma criação artística", afirma Alex Soares.

É com esse olhar para o nosso tempo que a coreografia procura um diálogo com a referência ao cinema: as várias cenas que compõem “Devolve 2 horas da minha vida” fazem do público observadores de uma janela virtual. Como no filme, os personagens são sondados em suas diferentes narrativas e seus estados: solitários, festivos, unidos ou desunidos, carentes ou alegres, um panorama da vida em diferentes ordens.  

Para a criação, os cinco bailarinos investigaram e trouxeram suas referências para o trabalho, em uma interação entre direção e interpretação. "Houve uma possibilidade real de troca de experiências, informação, capacitação e amadurecimento entre todos os artistas envolvidos direta e indiretamente com o projeto. E isso pode ser visto em cena", diz o diretor. “Devolve 2 horas da minha vida” conta com música ao vivo executada por César Aranguibel.

O grupo - Criado em 2008, o Projeto Mov_oLa reúne criação multimídia em dança contemporânea. Idealizado por Soares, o Mov_oLA se inspirou no conceito das antigas moviolas -  máquinas que permitiram editar os filmes com a chegada do cinema sonoro, transformando as fotografias em movimento total -, para integrar a dança a outros formatos digitais e redes sociais, através da internet, da videodança e das artes visuais.

Mantendo a ideia de funcionar como difusor de linguagens e experiências entre artistas, cada trabalho procura dar continuidade ao processo de pesquisa de linguagem do Projeto Mov_oLA, em que dança contemporânea e tecnologia estão mais uma vez interligadas, com objetivos de estimular a pesquisa, a criação e ainda permitir o intercâmbio da dança com outras manifestações artísticas. “Devolve 2 horas da minha vida”, desta forma, solidifica as atividades do Projeto Mov_oLA como núcleo artístico e amplia o campo de atuação dos profissionais envolvidos na criação e produção do espetáculo, com a oportunidade de desenvolver um diálogo interdisciplinar, como integrante de sua realidade e de seu tempo.

Serviço:

Devolve 2 horas da minha vida

Projeto Mov_oLa

(São Paulo – SP)

Dia 11/10, às 20h30, Teatro Ouro Verde

Classificação indicativa 10 anos

Ingressos a R$10 e R$ 5 (meia-entrada)

(Assessoria)


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina