Linha 4

Publicidade

Com apoio do Promic, Banda Caburé Canela lança segundo single do novo álbum

Redação Tarobá News

Foto: Leon Gregório / Divulgação

Os londrinenses do Caburé Canela divulgam o segundo single do seu novo disco, Cabeça de Cobre. A música “Claridade” foi disponibilizada, nesta sexta-feira (20), nos principais aplicativos musicais. E a canção já nasce com um videoclipe, dirigido por Leon Gregório, produção que pode ser assistida aqui.

A banda tem como integrantes Carolina Sanches (voz), Lucas Oliveira (voz, violão, violino e teclado), Maria Carolina Thomé (percussão), Mariana Franco (contrabaixo), Paulo Moraes (bateria) e Pedro José (voz, clarinete e guitarra).

A nova música foi a escolhida para abrir o segundo disco do grupo, trabalho composto por dez faixas, todas gravadas de forma totalmente analógica e ao vivo, em Petrópolis (RJ), no estúdio Forest Lab. O álbum foi produzido pelo mineiro Lisciel Franco, conhecido por construir seus próprios equipamentos, processar e mixar exclusivamente em fita, o álbum tem previsão para chegar ao mercado musical em setembro, acompanhado de uma edição limitada de vinil. A produção contou com patrocínio da Prefeitura de Londrina, por meio do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic).

O guitarrista Pedro José conta que a faixa “Claridade” faz enxergar, mas também ofusca, confundindo a visão, criando ilusões para os sentidos. “Mesclando batidas computadorizadas com sons produzidos manualmente pelo acoplamento de objetos acústicos a objetos eletrônicos, criamos a atmosfera reluzente de onde parte a embarcação que irá deslizar pelas paisagens do corpo, margeando seus limites, descobrindo suas possibilidades de manifestação”, revelou o músico.

Capa – O projeto gráfico das capas dos singles e do álbum, foram frutos de uma colaboração entre a artista visual, e também compositora e vocalista da banda, Carolinaa Sanches e o premiado designer Pablo Blanco. A intenção era com que as artes ilustradas dialogassem com a forma analógica que o álbum foi registrado.

De acordo com a vocalista, a banda sempre foi marcada pela pluralidade, diversidade, mistura e hibridismo. E, como o conceito da Cabeça de Cobre desde a concepção do projeto até a realização, foi planejado um passeio sonoro do eletrônico para o eletro acústico, do digital pro analógico, e na arte gráfica não poderia ser diferente. “Mostrar nossas caras é algo novo, e neste momento, apresentamos elas através de um degradê de cores, estampando a diversidade e também quem está à frente ou por trás do som”, detalhou.

Clipe  – O videoclipe da faixa foi dirigido, roteirizado, captado e editado por Leon Gregório, que também trabalhou com a banda, dirigindo o clipe Sem em 2018.

O ritmo sutil da obra, se funde com a atmosfera melancólica da música, que por sua vez, prende o espectador mesmo indo na contramão da linguagem utilizada por produções audiovisuais do mundo contemporâneo, regidas pelo bombardeio de informações.

O compasso desacelerado que marca o clipe, é evidenciado pela linguagem em preto e branco das cenas captadas em locações que contribuem para o contexto proposto da obra. Um hotel abandonado em Bandeirantes (PR), o rio Paranapanema em Chavantes (SP), paisagens noturnas de Ourinhos (SP) e trechos de estrada em Londrina (PR).

Caburé Canela – Com uma identidade sonora que ultrapassa as definições de gêneros musicais, a banda se destaca por sua originalidade dentro de ritmos populares como rock, blues, bossa nova, samba, baião, rumba e afro-beat.

Em 2018, a banda lançou seu primeiro álbum de estúdio, Cabra Cega, que foi responsável pelo amadurecimento não só musical, como também administrativo e funcional do grupo, desde produção de shows até capas e contexto visual de toda concepção artística.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.