Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Cascavel busca a primeira vitória ‘no ninho’ contra a Ferroviária pela Série D

10/06/23 às 11:42 - Escrito por Luciano Neves
siga o Tarobá News no Google News!

Uma vitória muda tudo. A pouco mais de uma semana, depois de mais um empate na Série D do Campeonato Brasileiro, o Cascavel já começava a fazer projeções do que era preciso para conquistar uma das quatro vagas do Grupo A7 para a segunda fase. Na ocasião, o time de Leston Junior ainda não havia vencido na competição e esse desempenho ameaçava até a classificação para a segunda fase. Mas agora, o panorama é outro. Isso graças à vitória por 2 a 1 sobre o XV de Piracicaba, na última quarta-feira. Foi a primeira vitória do Cascavel na Série D. O time cascavelense ainda quebrou a invencibilidade de adversário e tirou o XV de Piracicaba da ponta da tabela. A meta agora é fechar o primeiro turno da Série D dentro do G-4. A reação começou na quarta divisão nacional. Agora, ela precisa ter sequência dentro de casa. Neste sábado (10), o Cascavel volta a jogar dentro do Estádio Olímpico Regional e recebe a Ferroviária, às 16 horas, pela sétima rodada da competição.

Um novo resultado positivo pode recolocar o Cascavel no grupo dos quatro primeiros nesta chave, já que o resultado do meio de semana embolou ainda mais o Grupo A7. O Cascavel aparece na sexta posição com seis pontos, uma a menos que o Maringá, que fecha o G-4. O XV, que era o líder, caiu para o segundo lugar com nove pontos. E o Patrocinense, único invicto na chave, reassumiu a ponta com dez pontos. O Crac é o time que costuma aprontar fora de casa. As duas vitórias na competição foram como visitante. O time de Goiás derrotou o Cascavel na primeira rodada e, no meio de semana, quebrou a invencibilidade do Maringá, no Willie Davids.

No Olímpico, o Cascavel acumula uma sequência de quatro jogos sem vitória, com duas derrotas e dois empates. O time de Leston Junior só não pode tropeçar de novo no ‘ninho’. A Ferroviária é a única equipe que não venceu na chave e ocupa a lanterninha do Grupo A7 com cinco pontos. Ou seja, tem cinco empates na competição e se conquistar a primeira vitória afasta o Cascavel do G-4. Isso em virtude do equilíbrio da chave. Dos oito grupos da Série D, este é o que tem a menor diferença entre o líder e o lanterna. Cinco pontos separam o Patrocinense da Ferroviária. No entanto, o grupo mais equilibrado é o A3, em que os quatro primeiros colocados (Pacajus, Nacional-PB, Santa Cruz e Potiguar) somam dez pontos. E o lanterninha da chave é o Globo-RN com quatro pontos.

Leia mais:

Imagem de destaque
LIGA NACIONAL

Cascavel Futsal enfrenta o Campo Mourão neste sábado pela Liga Nacional

Imagem de destaque
FUTSAL FEMININO

Stein Cascavel joga contra o Cianorte neste sábado pela Série Ouro

Imagem de destaque
KARATÊ

Open Internacional de Karatê-Do Tradicional será aberto nesta quinta em Cascavel

Imagem de destaque
TAROBÁ ESPORTE

Tarobá Esporte: vitória do Cascavel Futsal e atleta de Guarapuava nas Olimpíadas

 

Paulistas

A vitória sobre o XV de Piracicaba foi emblemática. Foi a primeira vez que o Cascavel derrotou um time paulista dentro do estado de São Paulo. E melhorou o desempenho contra equipes do estado vizinho. Agora, são nove confrontos com três vitórias, três empates e três derrotas. No meio de semana, o Cascavel fez o primeiro de uma série de quatro jogos seguidos contra paulistas. Neste sábado, joga contra a Ferroviária, no fechamento do primeiro turno. Na quarta (14) volta ao interior de São Paulo para abrir o segundo turno contra a mesma Ferroviária. E depois, no dia 18 de junho, volta a enfrentar o XV de Piracicaba, desta vez, no Olímpico.

Este será o terceiro confronto com a Ferroviária na história. Na Série D de 2020, os dois times fizeram parte da mesma chave. O Cascavel conseguiu empatar sem gols com a ‘Ferrinha’ em São Paulo. Mas no Olímpico perdeu por 2 a 1. Para o jogo deste sábado, Leston Junior não contará com Robinho, que foi expulso no meio de semana.

 

Rodada

A rodada do meio de semana recolocou o Patrocinense na liderança. E o XV de Piracicaba caiu para o segundo lugar com nove pontos. Os dois se enfrentam neste sábado, às 16 horas, no Pedro Nascimento. O vencedor irá fechar o primeiro turno na ponta da tabela. O Maringá sofreu a primeira derrota na competição em casa. Agora terá que se recuperar e visita a Inter de Limeira, às 17 horas, no Major Levy Sobrinho. O Dogão defende o seu posto no G-4 e ocupa o quarto lugar com sete pontos. Fechando a sétima rodada, ocorre o confronto direto entre Crac e Operário-MS. Os dois times jogam às 18 horas, em Catalão. O Crac é o terceiro na tabela com oito. E o Operário, que também venceu pela primeira vez na rodada passada ao superar a Inter por 1 a 0, ocupa o quinto lugar com sete. 

Notícias relacionadas

© Copyright 2023 Grupo Tarobá