Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Cascavel Futsal busca vaga na final da Série Ouro

26/11/22 às 10:24 - Escrito por Luciano Neves

O técnico Cassiano Klein está finalizando a sua quarta temporada como técnico do Cascavel Futsal. E desde que chegou ao clube o treinador se notabilizou pelo trabalho, por ser um estudioso do futsal. E este trabalho rendeu bons frutos. Com Klein no comando, o Cascavel Futsal conquistou duas vezes o Campeonato Paranaense da Série Ouro, em 2020 e 2021, venceu a Liga Nacional do ano passado e, este ano, faturou o título inédito da Libertadores da América.

Ainda não é oficial, mas é certo que Cassiano Klein irá encerrar sua trajetória no comando da equipe no fim desta temporada. Ele deve mesmo deixar a equipe para comandar o Joinville na próxima temporada. Até agora, Cassiano Klein fez 198 jogos oficiais como técnico do Cascavel Futsal. Se confirmar a vaga para a final do Campeonato Paranaense da Série Ouro, o treinador chegará a 201 jogos. Desde o anúncio extraoficial de sua saída, Cassiano Klein não parou de trabalhar duro. Para ele, é uma questão de honra colocar o Cascavel Futsal na 12ª decisão do Estadual, a sua terceira consecutiva como treinador. E depois irá trabalhar duro para conquistar o octacampeonato.

A vaga na final está bem próxima. Basta um simples empate com o Galo Dois Vizinhos neste domingo (27), às 18h30, no ginásio da Neva, no jogo de volta das semifinais da competição. Isso porque o Cascavel Futsal venceu o adversário por 3 a 2 fora de casa.

A vantagem fica ainda maior já que a Serpente Tricolor irá decidir em casa, ao lado da torcida. Ao projetar o confronto contra o Galo Dois Vizinhos, Cassiano Klein deu outra amostra de profissionalismo. Ele minimizou a vantagem e valorizou as virtudes do adversário. “A vantagem é uma bola. Dois Vizinhos entrou, cobrou o centro e marcou o gol, a vantagem se foi. Futsal é assim. Jogar na Neva claro que é uma atmosfera incrível, tem toda essa sinergia, e sabemos que isso faz toda a diferença para nós. Agora, nós temos que corresponder aqui dentro. Não tem torcida no mundo que consiga jogar, ela faz o papel incrível. Aí sim, essa química com o time jogando bem dentro de quadra e a torcida auxiliando lá fora numa partida difícil como vai ser. Isso é muito importante. Mas a vantagem é só uma bola”, disse.

Cassiano Klein reforçou que quer continuar fazendo história no clube. E avançar para a sua terceira final consecutiva do Estadual. “Algo realmente muito importante para nós. Essa equipe vem procurando melhorar milímetros para poder vivenciar estes jogos. Conseguir chegar numa terceira final consecutiva do Paranaense é algo incrível e é por isso que nós estamos aí trabalhando, numa época de fim de ano em que muitos se poupam, e o nosso nível de treinamento ainda é muito alto. A fome dessa equipe é algo que gratifica, mas ao mesmo tempo sabemos que só isso não basta. Vamos lutar milímetro por milímetro para chegar a essa final”, disse o treinador.

Se não conseguiu segurar o técnico Cassiano Klein para a próxima temporada, a diretoria tem trabalhado para manter alguns dos principais jogadores. Esta semana, foram anunciadas as renovações de Zequinha, Gustavinho, o goleiro Fernando, Micuim e o pivô Gessé, que foi destaque no jogo de ida contra o Galo Dois Vizinhos com dois gols. O camisa 23 também valorizou a vitória fora de casa que rendeu a vantagem do empate para o jogo deste domingo. “Conseguimos um ótimo resultado fora de casa, mas agora é a decisão. Com o apoio de nossa torcida, esse calor que vem das arquibancadas, nossa equipe vai entrar com muito mais confiança”, afirmou o camisa 23.

 

Na Neva

O apoio da torcida no ginásio da Neva tem feito a diferença para o Cascavel Futsal neste ano. A equipe de Cassiano Klein fez 28 jogos oficiais em casa com 23 vitórias, três empates e apenas duas derrotas. O aproveitamento no ‘ninho’ é de 85%. Pela Série Ouro, o Cascavel Futsal sofreu apenas uma derrota para o Ampére, na primeira fase.

 


© Copyright 2022 Grupo Tarobá