Londrina
Cascavel
  • Londrina
  • Cascavel

Atletas do Londrina Taekwondo conquistam 80 medalhas na Copa Paraná

27/07/22 às 21:16 - Escrito por Redação Tarobá News

A seleção do Londrina Taekwondo faturou 80 medalhas na Copa Paraná da modalidade, que ocorreu de 22 a 24 de julho na cidade de Pato Branco, reunindo mais de 500 atletas de todo o Paraná. Ao todo, atletas londrinenses, nas categorias juvenil e adulto – no masculino e feminino – conquistaram 34 medalhas de ouro, 24 de prata, 11 de bronze, 9 de participação e duas medalhas por equipe.


A Copa Paraná é realizada pela Federação Paranaense de Taekwondo (FPTKD) e conta com a participação de atletas de todas as idades e faixas. O evento contou com 567 atletas, de 24 cidades participantes e 39 equipes filiadas à Federação. Houve disputas nas modalidades Poomsae (método individual de movimentos e formas de ataque e defesa) e Kyorugui (lutas). Aos competidores que utilizaram a faixa preta, a conquista de uma medalha garantiu uma vaga para a Copa do Brasil, que irá ocorrer em Recife, no mês de dezembro deste ano.


A equipe do Londrina Taekwondo é uma seleção de atletas londrinenses formada a partir de quatro academias filiadas ao Instituto Paranaense de Esporte e Cultura (IPEC), sendo elas a Academia Madureira, Academia Natália Falavigna, e academias DFight e Roselee, que levaram atletas de todas as faixas para as competições.


O projeto do IPEC de Taekwondo possui patrocínio da Fundação de Esportes de Londrina (FEL), por meio do Fundo Especial de Incentivo a Projetos Esportivos (Feipe), com recursos destinados para atletas da equipe juvenil (base) e adulta (alto rendimento). Com este benefício, as academias selecionaram os melhores taekwondistas de Londrina por meio de uma seletiva, que reuniu 40 atletas na categoria juvenil e 28 no adulto.


Nesta etapa, os competidores de faixa preta adquirem o máximo de pontuação para o ranking estadual, o que ajuda numa possível contemplação com uma bolsa atleta do governo estadual e também 15 pontos para a Copa do Brasil (ranking nacional). Se o competidor ficar entre os três primeiros, ele tem direito a uma bolsa atleta federal mais a classificação para o Grand Slam de Taekwondo, evento que define a seleção brasileira da modalidade. Os atletas do Londrina Taekwondo já recebem a bolsa federal e estão classificados para a Copa do Brasil, portanto não dependiam da pontuação do torneio.


O coordenador e treinador da seleção de Londrina, Diogo Freire, avaliou o resultado como positivo. Ele também é técnico da Academia Madureira, que, dentro da Copa Paraná, obteve o segundo lugar na seletiva e o quarto lugar no geral. “A seleção londrinense foi bem representada e conquistou 80 medalhas. Sempre miramos o ponto mais alto do pódio, mas, levando em conta que em Pato Branco estiveram presentes apenas atletas do juvenil e adulto, e que alguns atletas de nível internacional não disputaram essa competição, o resultado foi bom, valorizando um time muito forte. Todas as academias estão de parabéns pela importante contribuição com o taekwondo londrinense”, destacou.


Freire também comentou sobre os próximos passos da equipe londrinense. “Agora, é se preparar para as competições internacionais. No dia 20 de agosto, temos o President’s Cup, na Flórida, com a participação da atleta Ana Paula Moraes, campeã brasileira sete vezes. Uma semana depois, temos um evento na Costa Rica, com a Ana e o atleta Mateus Luz – ambos no radar olímpico de 2028 e, desde o juvenil, na seleção brasileira” disse o técnico.


O presidente da FEL, Marcelo Oguido, ressaltou a importância do taekwondo na cidade. “A modalidade é bem organizada em Londrina, há anos possui parceria com o Feipe e sempre traz bons resultados. Foi da cidade que saiu a primeira medalha olímpica brasileira e do Pan-Americano. As medalhas na Copa Paraná são fruto de um trabalho bem desenvolvido e contínuo”, disse Oguido.

© Copyright 2022 Grupo Tarobá