Por pontos, Yamaguchi Falcão perde a invencibilidade e o título latino nos EUA

Estadão Conteúdo
Artes marciais | Publicado em 03/05/2019 às 00:10

O boxeador brasileiro Yamaguchi Falcão perdeu para o norte-americano Christopher Pearson, nesta quinta-feira, em Las Vegas. Estava em jogo o cinturão latino dos pesos médios (até 72,575 quilos), versão Conselho Mundial de Boxe (CMB), que era do lutador nacional.

Os três jurados foram unânimes em apontar o pugilista dos Estados Unidos como vencedor: 97 a 93 e 96 a 94 (duas vezes). Com o resultado, Yamaguchi, medalha de bronze em Londres-2012, vai cair no ranking do CMB, no qual ocupa o nono lugar, além de se afastar de uma possível luta pelo título mundial.

Yamaguchi teve a iniciativa da luta entre os canhotos nos primeiros três rounds. Aplicou vários golpes na linha de cintura, mas sua guarda era falha. Aos poucos, Pearson foi se soltando e demonstrou um melhor preparo físico. O brasileiro sentiu o ritmo da luta e passou a receber golpes fortes.

Os dois últimos rounds decidiram a luta. O nono assalto foi dramático, com Yamaguchi quase sendo nocauteado. O brasileiro reclamou de uma cabeçada, recebeu um contra-ataque e ficou com o olho direito bastante inchado, além do supercílio aberto.

No décimo e último assalto, o juiz chegou a pedir para a médica examinar o corte do brasileiro, mas a luta prosseguiu. Yamaguchi, bastante cansado, não teve forças para tentar alterar o resultado e perdeu pela primeira vez como profissional. "Acho que ganhei a luta. O juiz tomou a luta de mim. Não gosto de perder", afirmou Yamaguchi, ainda em cima do ringue, logo após a luta.

Pearson venceu Yamaguchi pela segunda vez. Os dois já haviam se enfrentado, em 2011, pela World Boxing Series, liga vinculada à Associação Internacional de Boxe (Aiba). Yamaguchi foi melhor daquela vez, teve um ponto descontado no quinto assalto por causa de um soco na nuca do adversário, mas se recuperou em seguida e causou uma queda no americano. Mas dois jurados apontaram Pearson como vencedor: 48 a 45 e 47 a 46, enquanto um terceiro viu triunfo do brasileiro: 48 a 45.

Aos 31 anos, Yamaguchi, que não lutava desde julho do ano passado, soma agora 17 lutas profissionais, com 16 vitórias (sete nocautes). Pearson, de 28 anos, também soma 17 triunfos (12 nocautes), com duas derrotas.



Relacionados

Artes marciais | 20-09-2019 13:55

Campeã mundial e olímpica, judoca Rafaela Silva é flagrada no exame antidoping

Campeã mundial e olímpica, judoca Rafaela Silva é flagrada no exame antidoping

Artes marciais | 11-08-2019 16:30

Mayra Aguiar fatura seu 1º ouro no Pan; Judô do Brasil leva mais dois bronzes

Mayra Aguiar fatura seu 1º ouro no Pan; Judô do Brasil leva mais dois bronzes

Artes marciais | 10-08-2019 21:20

Eduardo Yudi dá 4º ouro ao judô brasileiro no Pan; Valéria é campeã no caratê

Eduardo Yudi dá 4º ouro ao judô brasileiro no Pan; Valéria é campeã no caratê

Artes marciais | 09-08-2019 11:35

'Demorei dois anos para retomar o foco depois da medalha', diz Rafaela Silva

'Demorei dois anos para retomar o foco depois da medalha', diz Rafaela Silva