Linha 4

Publicidade

Londrina/FEL/IPEC se destaca com quatro medalhas no Brasileiro Sub-23

Redação Tarobá News

Foto: Divulgação

Com mais uma boa campanha em competições nacionais interclubes de atletismo, o Londrina/FEL/IPEC garantiu quatro subidas ao pódio no Brasileiro Sub-23, que ainda resultou em um recorde paranaense. A equipe participou das disputas, reunindo os principais atletas da modalidade no Brasil, realizadas em Bragança Paulista (SP). Devido ao calendário intenso de torneios, o time de Londrina ingressou no campeonato com uma equipe reduzida, composta por somente 12 atletas.

Das quatro conquistas obtidas, três foram medalhas de bronze. Quem alcançou a primeira foi Heber de Lima Santos, no lançamento do martelo: 50,76 metros. Nos 800 metros, Pedro Tombolim garantiu a terceira posição, com 1min51seg87, ratificando mais uma vez o índice para disputar o Campeonato Pan-Americano Sub-20, em outubro no Chile. Atualmente, ele é o segundo colocado do ranking nacional sub-20.

Por fim, Leonardo Mário dos Santos. Campeão paranaense há duas semanas, o atleta foi bronze no arremesso do peso. Com a marca de 16,02 metros, ele quebrou o recorde paranaense pela segunda vez em menos de um mês, superando a marca que havia feito no estadual, há duas semanas. “Feliz por mais essa marca, esse era um dos objetivos e conseguimos. Estou confiante de que posso seguir evoluindo e buscar coisas maiores”, comentou o atleta.

Entre as mulheres, destaque para Maria Eduarda Ferreira Barbosa, que conquistou a medalha de prata no salto em altura, com a marca de 1,71 metro. “É a recompensa por um trabalho de muita dedicação que a gente vem fazendo. Agradecer a equipe por todo apoio mais uma vez”, disse a medalhista.

Coordenadora técnica da equipe e chefe da delegação em Bragança Paulista, Silvana Vieira fez um balanço positivo da participação na competição. “São resultados importantes. Atletas como o Leo (Leonardo Mário), Heber e Maria Eduarda vêm conquistando resultados importantes desde categorias inferiores e mostraram mais uma vez que tem margem para evolução, diante de um campeonato bastante difícil. Assim como o Pedro, que também vem de uma sequência importante de resultados e agora vai ter uma competição internacional pela frente. É dar sequência, sem deixar cair”, avaliou a treinadora.

COMENTÁRIOS

Publicidade

Publicidade

Nós usamos cookies teste site para lhe proporcionar a melhor experiência possível lembrando de preferências em visitas anteriores. Clicando em "Aceitar" você aceita o uso de cookies e nossos Termos de Uso.