Atletismo

Atletismo

Recordista mundial dos 400m ficará até nove meses afastado após grave lesão


Recordista mundial dos 400m ficará até nove meses afastado

Atual campeão olímpico e detentor do recorde mundial dos 400m, o sul-africano Wayde van Niekerk ficará fora de ação por longos meses. Ele sofreu uma grave lesão no joelho durante um jogo comemorativo de rúgbi há três semanas e passaria por cirurgia ainda nesta terça-feira.

Van Niekerk deve ficar de seis a nove meses afastado das pistas por causa da ruptura no ligamento cruzado e do menisco de seu joelho direito. A grave lesão aconteceu de forma insólita: quando ele participava de uma partida festiva de tag rugby, modalidade menos violenta de rúgbi, apenas com celebridades, há três semanas.

A grave contusão aconteceu quando Van Niekerk escorregou e caiu no chão. O próprio atleta não se deu conta da gravidade do problema até dias mais tarde, quando as dores seguiram incomodando e ele decidiu se submeter a exames de imagem. O sul-africano ainda demorou para revelar a lesão por causa de seu casamento, realizado no último domingo.

"Isso é esporte e essas coisas acontecem. Eu confio que a equipe que me cerca, incluindo os profissionais médicos, fará com que este processo seja o mais suave possível", declarou o sul-africano em comunicado.

Agente de Van Niekerk, Peet van Zyl explicou que ainda não é possível determinar o período exato de afastamento do atleta, mas confirmou que ele perderá os Jogos da Commonwealth, na Austrália, em abril do ano que vem. De acordo com o empresário, a expectativa é tentar o retorno para julho ou agosto.

Van Niekerk foi um dos principais destaques dos Jogos do Rio no ano passado, quando faturou a medalha de ouro com a marca de 43,03s e quebrou o recorde mundial dos 400m que pertencia a Michael Johnson há 17 anos. O sul-africano ainda tem dois títulos mundiais no currículo: em Pequim-2015 e Londres-2017.


Selecione sua cidade

Cascavel | Londrina